Alguns dias de inverno

[Crônica de 15 de agosto de 2013] A rotina dos dias é fantástica. Mesmo parecidos, não há dois dias iguais. Podem ser no máximo semelhantes e, ainda assim, para você e não para mim, ou vice-versa. Mas existem dias que são especiais, se não para todo mundo, para quase todo…

Continuar lendo

A solidão dentro dos elevadores

[Crônica de 4 de setembro de 2000] Os elevadores modernos são máquinas deslumbrantes. Reluzentes em seus metais polidos, em seus números iluminados, acompanhando setinhas que sobem e descem, enquanto uma voz diz o andar e quem está nele… São máquinas que mostram a arrogância dos homens e seu poder quase…

Continuar lendo

Igreja de Nossa Senhora da Assunção

[Crônica de 1 de agosto de 2001] A alameda Lorena, esquina com a avenida 9 de julho teria tudo para não ser um local simpático, mas, no entanto, é. E é não por causa da beleza do pedaço, que até poderia ser muito bonito, mas que, infelizmente não é. O…

Continuar lendo

Certos dias de inverno

[Crônica de 7 de agosto de 2007] A letra de “Califórnia Dreaming” fala de um dia de inverno especial ao som de uma das músicas mais belas da segunda metade do século 20. Clássica entre os clássicos do rock, suas diferentes gravações levam a imaginar como seria este dia especial,…

Continuar lendo

A praça vira estacionamento

[Crônica de 4 de julho de 2000] O destino das praças de São Paulo é virar estacionamento. Quantas delas, começando pela Praça Roosevelt, perderam seu verde para abrigar em suas entranhas recobertas de concreto os carros que poluem a cidade? A praça das Bandeiras, no centro velho, antes de virar…

Continuar lendo

Encontros

[Crônica de 31 de julho de 2001] Tem gente que acha que manda e desmanda nas coisas da vida. Que a vida acontece como eles querem, independentemente dela ser vida e estar viva. Que o acaso não existe e que se estar no lugar certo, na hora certa, é apenas…

Continuar lendo

A paineira da praça Vicente Rodrigues

[Crônica de 23 de setembro de 1997] Pertinho da minha casa, na esquina da rua Camargo com a avenida Afrânio Peixoto, tem uma praça, que faz um círculo no meio da rua, para auxiliar o tráfego, projetado inicialmente para um bairro residencial, mas que, por circunstâncias que fugiram de qualquer…

Continuar lendo

A vida é uma imensa gangorra

[Crônica de 5 de março de 2001] Se o mundo não sabe muito bem para onde vão suas noções de ética, e se a coisa está preta justamente porque a moral que valia até ontem, deixou de satisfazer as necessidades de hoje, e por isso está tudo confuso e nebuloso,…

Continuar lendo

A galáxia mais distante

Enquanto a China desce uma sonda no lado escuro da lua, o novo telescópio norte-americano descobre uma galáxia que existiu 290 milhões de anos depois do “Big Bang” e é a mais distante da terra encontrada até hoje. Nada que não seja temporário. Com o progresso da ciência e as…

Continuar lendo

Ir ao cinema, ora ir ao cinema

[Crônica de 29 de janeiro de 2002] Ir ao cinema durante as férias deveria ser um prazer. Afinal, a cidade fica mais vazia, mais fácil de andar, sem a loucura neurótica dos dias normais do resto do ano. Inclusive, eu já tinha falado sobre isto.  Deveria, mas não é. Ou…

Continuar lendo

A reforma para trás

[Crônica de 6 de maio de 2002] A prefeitura pretende reformar a praça da Biblioteca, na cidade. A praça D. José Gaspar é das praças mais tradicionais de São Paulo, com o prédio da biblioteca Mário de Andrade compondo um cenário único com árvores e estátuas e engraxates, que há…

Continuar lendo

Lição de vida

[Crônica de 6 de fevereiro de 1998] Viver junto, ficar junto porque é bom e não pelas amarras de um pedaço de papel assinado embaixo, é mais do que uma arte, é um aprendizado. É descobrir lentamente como o outro é. Do que gosta, como gosta, por que gosta? Entender…

Continuar lendo

Propaganda de cigarro

[Crônica de 16 de abril de 2003] O mundo gira e a “Lusitana” roda. Quando eu era menino, as mudanças eram feitas com a “Lusitana”. Depois que eu cresci, nem todas as mudanças continuam sendo feitas com a “Lusitana”. Assim também, nunca mais ouvi falar da “Maçanzinha”, o refrigerante que…

Continuar lendo

Cadastre seu e-mail e receba nosso resumo semanal