A Praça Panamericana está mudando

  Um dos mais antigos endereços da Praça Panamericana está dando lugar a outro empreendimento. Quer dizer, aquele velho e conhecido nome, que durante quase cinquenta anos brilhou na esquina da praça, está saindo para dar lugar a outro nome que pretende tocar a vida no pedaço. Nada de novo…

Continuar lendo

Os jardins da USP

  Os jardins da Cidade Universitária são lindos, gostosos e verdadeiras caixas de surpresa. Quando menos se espera, surge algo inusitado, como gaviões furando os sacos de lixo porque é mais fácil comer neles do que perseguir os bem-te-vis em pleno voo. A criação de capivaras segue de vento em…

Continuar lendo

Verão é verão

  Verão é ótimo. Tem férias, praia, montanha, esportes radicais, cerveja gelada, descanso, pra quem quer… muito descanso. Mas o verão tem outro lado menos bonito, mais cruel. É no verão que o céu cai nas nossas cabeças e este verão tem sido particularmente duro na cobrança das contas do…

Continuar lendo

A moradora de rua e a nota fiscal

  Tem dias que saímos de casa sem qualquer pretensão, além de tocar em frente, indo ao supermercado ou à farmácia comprar algo que nem é tão indispensável. Na maioria das vezes, vamos e voltamos praticamente sem darmos conta do que aconteceu no percurso e rapidamente esquecemos que num determinado…

Continuar lendo

Limpeza de Pitangueiras

  As praias paulistas, este ano, estão absolutamente lotadas. Sai gente pelo ladrão, pelos emissários, pelas ruas, pelo mar e, mesmo assim, continuam lotadas, praticamente todas elas. O impressionante é que sempre cabe mais um. Em Pitangueiras, no Guarujá, o policiamento tem inibido o uso de equipamentos de som de…

Continuar lendo

A calma dos dias de verão

  Os dias de verão, na cidade grande, são mais calmos do que os outros dias do ano. A regra, de forma geral, é válida e prevalece, ainda que tendo dias em outras estações que podem ser mais calmos do que os dias de verão. O segredo dos dias de…

Continuar lendo

Sem horário de verão

  Eu nunca me importei com o horário de verão. Me parecia uma invenção interessante porque prolongava o fim de tarde, mas não era tão bom assim para quem acordava cedo. Então, entre secos e molhados, o horário de verão me era indiferente. Reclamava da escuridão às seis horas da…

Continuar lendo

Pequenas batidas

  De repente, o carro da frente breca. Com razão ou sem razão, ele breca, para, ou diminui sensivelmente a velocidade. Você vem atrás, um pouco distraído, e, quando vê, taca o pé no breque, o carro para, mas quando para, para encostando no para-choque do carro da frente. Na…

Continuar lendo

Comprar pela internet

  Sem dúvida nenhuma, comprar pela Internet é uma mão na roda. Fica tudo mais fácil, não precisamos ir à loja, escapamos do trânsito, liquidamos tudo com quatro ou cinco movimentos de dedo. A apresentação dos produtos é clara e limpa e as avaliações nos permitem saber o que temos…

Continuar lendo

Praça Villaboim

  A primeira praça em que eu brinquei foi na Praça Villaboim, em Higienópolis. É um triângulo pequeno, encravado entre duas ruas, uma, indo e ligando o bairro à cidade, e outra vindo, ligando o bairro ao bairro. No meio da praça tem uma figueira benjamim que impõe respeito. E…

Continuar lendo