O ônibus e o poste

O rádio é uma ferramenta fantástica para quem mora na cidade São Paulo. Através dele é possível fugir do trânsito péssimo para o trânsito ruim, escapar de um movimento de camelôs, rodear os perueiros, enfrentar os marronzinhos e ajudar os outros, telefonado e passando informações, normalmente, mais úteis do que…

Continuar lendo

Geleia pra falar com os anjos

Minha prima Maiá tem uma amiga que faz geleias. Tudo bem, eu sei tem muita gente que faz geleias, então só isso não seria motivo para escrever uma crônica. Mas não é por aí. Tem motivo, sim, e a crônica vai justamente tentar explicá-los. Geleia que é geleia é muito…

Continuar lendo

Vida

As grandes tragédias não são as que mancham as páginas dos jornais com o sangue e a dor de milhões de pessoas. As grandes tragédias são as que acontecem para todo mundo e quase ninguém fica sabendo, porque são fatos do dia a dia. As grandes tragédias não têm aviso,…

Continuar lendo

Um caso de amor

São Paulo é um caso de amor antigo. Sólido e resistente como os verdadeiros amores devem ser. Velho da minha idade, ininterrupto, com altos e baixos, como acontece com os grandes amores. Mas, acima de tudo verdadeiro e profundo como os sentimentos de quem ama devem ser. Contraditório, o amor…

Continuar lendo

Novo acesso entre Santos e Guarujá

Antiga reinvindicação dos moradores, a ligação seca deverá ser por uma ponte ou um túnel Um antiga demanda das populações de Santos e do Guarujá, a ligação seca de ambas as cidades, deve sair do papel. O projeto se tornou o foco da Campanha Vou de Túnel, uma iniciativa popular…

Continuar lendo

Todo dia é Dia dos Namorados

Dia doze de junho é o Dia dos Namorados. Mais uma convenção, interessante, porque é esperta e simpática, as duas coisas ao mesmo tempo. Esperta porque induz o amado comprar um presente pra amada e vice-versa. E simpática porque melhor do que ganhar um presente, só dar outro. Ainda mais…

Continuar lendo

De manhã

De manhã, São Paulo, dependendo do pedaço, nem parece São Paulo. Andando a pé pelas ruas da cidade, perto da marginal do Pinheiros, é possível ver coisas que já não deveriam ser rotina, mas que fazem parte do cotidiano da cidade, como os caminhões que ainda entram pela Valentim Gentil….

Continuar lendo

Pela cidade

Seu João gosta de caminhar pelo bairro. Não se importa com as ladeiras, sobe e desce, Pacaembu a fora, como se estivesse caminhando pelas ruas de Parati. Seu João conheceu Parati quando não tinha Rio/Santos. Quando a viagem era pela serra de Cunha, na poeira ou pela lama, dependendo da…

Continuar lendo

A maldade tem cara

A maldade tem cara. Pode ser vista nas ruas da cidade, nas centenas de cães abandonados correndo pelas ruas ou encolhidos num canto de muro, com medo, sem destino, sem entender o que acontece, sem saber do dono que andava ao seu lado. O que leva alguém a maltratar animais…

Continuar lendo

Rua Jandaia

Tem pouca gente na cidade de São Paulo que sabe que no centro velho tem uma rua chamada Rua Jandaia, quem sabe numa homenagem aos periquitos desta espécie que deviam ser comuns nela, muito tempo atrás. O curioso é que milhares de pessoas passam de carro em frente da rua…

Continuar lendo