Certos dias de primavera

Ainda que completamente imprevisível, o tempo em São Paulo pode ter momentos de intensa poesia, de encanto de conto de fadas, de terras mágicas, com gênios e fadas voando. O contrassenso é evidente. São Paulo é brutal. E, no entanto, é capaz de nos dar dias de uma beleza rara…

Continuar lendo

Bom dia

Existem armas e armas. Trinta e oitos, trezentos e oitenta, nove milímetros, facas e peixeiras de todos os tamanhos, picaretas e até furadores de gelo, como o que foi usado para matar Trotski. O arsenal humano é ilimitado. De pedra de estilingue a tiro com bala de urânio, vale tudo…

Continuar lendo

O inusitado acontece

  Eu não sou de perder coisas. Pelo contrário, normalmente, sei onde coloco óculos, canetas, livros, etc. Quem sabe, a razão disso seja eu ser sistemático e funcionar mais ou menos binariamente. É ou não é. Está ou não está. É aqui ou não é aqui. E assim sucessivamente. Às…

Continuar lendo

Os pássaros sem vergonha

Não há dúvida nenhuma, os pássaros que moram em São Paulo são muito sem vergonhas. É ver a tranquilidade com que voam e pousam nos lugares mais inusitados, sem medo nenhum de qualquer um de nós, para se ter certeza disso. Seja uma rolinha, seja um bem-te-vi, ou um sabiá…

Continuar lendo

A vida tem pegada

Há muito tempo que eu tenho saudade da época que ser herói era fácil e reformar o mundo uma mera consequência. A vida corria mansa, razoavelmente protegida contra suas agruras e mantida num nível bom primeiro por uma mesada generosa e depois pela chance de começar cedo, amparado por boas…

Continuar lendo

A difícil tarefa de conciliação

Nem todos conseguiram se adaptar ao home office e para muitas empresas esse é um caminho sem volta Se antes da pandemia o sonho de muitos era trabalhar em casa, para alguns isso se tornou um pesadelo. Segundo pesquisa feita pelo Centro de Inovação FGV-SP, 56% das pessoas entrevistadas disseram…

Continuar lendo

A névoa

A névoa é marca registrada de São Paulo. Ou melhor, a neblina era marca registrada da cidade. Mas a neblina tradicional, aquela que era densa de quase ser cortada com faca, acabou faz tempo. Foi substituída por uma névoa que normalmente nem de longe lembra o cenário de filme de…

Continuar lendo

Dia das mães

Que dia é o dia das mães? Será que um mero domingo de maio seria suficiente para representar todos os mistérios que o mistério da maternidade traz dentro dele? Será que as sensações de toda uma vida, ou mais ainda, de toda uma razão de ser, se limitam ao carinho…

Continuar lendo

Três em um

  Certos dias de inverno, este ano, estão conseguindo o impossível. Juntam três características diferentes dos dias de três estações diferentes e nadam de braçada, atenuando as dores e sofrimentos da pandemia, que não dá sinais de querer ir embora. Mas se ela fica e cobra em vidas uma fatura…

Continuar lendo

Alguns dias de inverno

A rotina dos dias é fantástica. Mesmo parecidos, não há dois dias iguais. Podem ser no máximo semelhantes e, ainda assim, para você e não para mim, ou vice-versa. Mas existem dias que são especiais, se não para todo mundo, para quase todo mundo. E alguns deles são dias de…

Continuar lendo