A crise nas prateleiras

Eu gosto de supermercado. De andar pelas ruas, vendo as prateleiras organizadas com lógica, por tipo de produto, um ao lado outro, dispostos democraticamente em tabuleiros iguais, onde se mostram como se fossem todos a mesma coisa, cabendo ao interessado selecionar o que ele quer. A diferença está na etiqueta…

Continuar lendo

Estão passando fome

É vergonhoso, mas no país que se orgulha de ser uma potência na produção de alimentos, com destacada presença no cenário internacional, tanto na produção de grãos como proteínas, trinta e três milhões de pessoas passam fome. Não, não estou falando de uma nação africana mostrada nas televisões a cabo…

Continuar lendo

Tragédia urbana

Tua indiferença tem algo de trágico. Ela já não se comove com a vida que te rodeia, nem sente pena, ou vergonha. Tua indiferença apenas te faz viver como um zumbi, uma máquina sem coração, que anda pelas ruas da cidade, distante de tudo e de todos. Pouco, muito pouco…

Continuar lendo

E o povo que se dane

É ano de eleição e, como dizia Dr. Ulisses, em eleição, a única coisa feia é perder. O governo sabe disso e sabe também que o voto dos funcionários públicos é importante para encher as urnas e garantir um resultado favorável. Até agora o governo dizia que não daria reajuste…

Continuar lendo

As barbaridades no trânsito

Falar do trânsito de São Paulo e que ele é completamente louco, é fácil. Não há o que discutir a respeito. A unanimidade, apesar do Nelson Rodrigues dizer que é burra, no caso é cristalina. Até quem comete os desatinos mais desatinados reconhece o abuso e que está errado. O…

Continuar lendo

Uma barbaridade

Em 2021, mais de cinquenta e seis mil mulheres foram estupradas no Brasil. É um número apavorante que, colocado de outra forma, dá conta de que uma mulher foi estuprada a cada dez minutos. Mas esses são números baseados nos casos noticiados à polícia. De verdade, o número é muito…

Continuar lendo

Duas piadas de mau gosto

Eu não sei qual das piadas é mais sem graça, se a do meu provedor de internet ou se a do responsável pelo telefone fixo da minha casa. Os dois são extremamente divertidos, especialmente na hora de cobrar a conta. Pena que, na hora de prestar o serviço para o…

Continuar lendo

Tomadas e jabuticabas

Entre suas muitas peculiaridades, o Brasil tem algumas absolutamente imbatíveis em qualquer comparação com outros países. Como dizia um ex-Ministro da Fazenda, no Brasil até o passado é incerto. Mas isso também acontece em outros países. É ler um pouco da história da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas para saber…

Continuar lendo

A violência se espalha

A violência se espalha rapidamente pelas ruas de São Paulo. É, além do número de mortos e de pessoas com sequelas, a grande herança deixada pela covid19. Importante deixar claro que violência não é sinônimo de pessoas em situação de rua. Muito embora mais de trinta mil cidadãos vivam nas…

Continuar lendo

A selvageria custa caro

O que leva alguém ir armado, assistir um jogo de futebol num telão instalado na rua ao lado dos torcedores do mesmo time? Que lógica pode estar por trás de uma arma escondida debaixo da camisa para ser sacada contra torcedores do mesmo time, assistindo o mesmo jogo? Na sequência,…

Continuar lendo