Ó pro filho pródigo!

A parábola do filho pródigo é das passagens tocantes do Novo Testamento. A volta arrependida do filho que durante anos gastou o dinheiro do pai, caiu na gandaia, deu o toco em todo mundo, fez e desfez e, quando ficou na pior, volta para casa faz chorar. Cena de filme…

Continuar lendo

Nas trevas das ruas

O que será que está por trás das trevas das ruas paulistanas? Não o que está escondido nas ruas e nas suas quebradas, porque isso quase todo mundo sabe que são os assaltantes e os bandidos mixurucas, que precisam das trevas para se esconder e assaltar quem passa perto. Não…

Continuar lendo

O lado belo da vida

A vida é complicada, difícil, cheia de pedras no meio do caminho. É verdade, viver é muito perigoso, já dizia Riobaldo Tatarana, em “Grande Sertão Veredas”, guerreando pelo sertão das Gerais. Só bobo acha que viver é fácil. Depois da infância, a felicidade fica mais rara, arisca, mas não quer…

Continuar lendo

Eu te amo como você é

Você não é linda, não brilha nas capas, nem nas páginas centrais das revistas de mulher nua, não dá entrevistas retumbantes, nem desfila como madrinha de bateria nas escolas de samba do Rio de Janeiro. Você não explode nas passarelas da moda, nem tem mais idade para começar uma carreira…

Continuar lendo

Nova temporada de cruzeiros marítimos

Até abril de 2022, sete embarcações percorrerão dezenove destinos no Brasil e são esperados mais de 400 mil turistas Depois de praticamente 20 meses, o Governo Federal autorizou a volta dos cruzeiros marítimos no litoral brasileiro. A temporada 2021/2022 começou em novembro e terminará em abril. Sete embarcações, com capacidade…

Continuar lendo

Atrás do pequeno vai o grande

A corrida imobiliária que sacode e destrói o litoral brasileiro conseguiu realizar mais uma façanha. Depois de a prefeitura dragar o mar em frente do Balneário de Camboriú, para alargar a praia e bater mais sol, hoje produto em extinção por conta da altura dos prédios, foi identificado o surgimento…

Continuar lendo

As tempestades sempre passam

As tempestades, vêm, caem, destroem, e passam. Sempre passam. Umas demoras mais, outras são quase tão rápidas quanto a queda de um raio, mas, passam. Passam como o vento passa, como as marés se repetem, sempre outras em seu movimento de subir e descer. Passam como o ciclo das mulheres,…

Continuar lendo

As azaleias

Podem dizer o que quiserem, as azaleias de São Paulo são um movimento e um momento único, um espaço diferente no cenário das cores do planeta, alguma coisa que merece ser vista porque faz parte daquele seleto grupo de floradas que mexem com os nervos, de tão bonitas que ficam….

Continuar lendo

Parque Augusta

Patinou, patinou, mas, depois de décadas de indefinições, politicagem, mobilização popular, sensibilidade política, bom senso e anos de negociações, aconteceu. O Parque Augusta ocupou o enorme terreno na esquina das ruas Augusta e Caio Prado. O antigo colégio das freiras francesas, o antigo internato para onde eram mandadas as filhas…

Continuar lendo

Estamos no rumo, mas não chegamos lá

A pandemia está dando macha-ré. Os números estão baixos, as UTIs estão mais vazias, mas a covid ainda não foi embora. É olhar o que acontece na Europa para ficar claro que o coronavírus segue firme e forte, aproveitando todas a chances para marcar presença e carimbar o passaporte. Tem…

Continuar lendo