A cidade dos bichos

  Tem quem duvide, mas é só porque não conhece. Quem mora aqui sabe que São Paulo tem de tudo um pouco, ou muito, como aves, ratos, baratas, pernilongos, onças e capivaras. Sabiás, bem-te-vis, rolinhas, pombas, tico-ticos, quero-queros, almas de gato, tuins, canarinhos e toda sorte de periquitos dividem os…

Continuar lendo

A cidade vista do alto

A vista do alto do edifício Itália sempre foi impressionante. Para qualquer lado que se olhe, São Paulo se estende como uma mancha monstruosa tomando de assalto o planalto, deixando uma ou outra área vazia – que até a próxima visita já estará ocupada. O maravilhoso e apavorante é isto….

Continuar lendo

ADJ – ou o tonto do pedaço

  A reunião do Conselho de Administração seguia na toada comum a este tipo de reunião. O tema era a aprovação das contas e o diretor financeiro fez a competente demonstração do balanço e das demonstrações contábeis, chamando a atenção e explicando os pontos relevantes, a favor e contra. Em…

Continuar lendo

Retomada do turismo

Poupança de viagem acumulada durante a pandemia pode retomar os empregos do setor no Estado de São Paulo O setor de turismo foi um dos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus e em São Paulo não foi diferente. Responsável por mais de 10% do PIB paulista, somente na capital…

Continuar lendo

A banalidade da violência

  O assassinato de um homem negro pelos seguranças de um supermercado em Porto Alegre desencadeou uma onda de protestos. Os protestos são legítimos, em todos os sentidos, mas o problema nacional vai muito além de um assassinato, por mais dramático e terrível que seja. Nós temos sessenta mil assassinatos…

Continuar lendo

Carinho

Carinho é gostoso de sentir e de fazer. Não tem quem não goste, quem não queira, quem não precise, ainda que dizendo que não, num momento mais duro, destes em que a vida vêm e onde a vida pega. Carinho é compreensão, é troca de segredos, de vontade dar e…

Continuar lendo

O nome da igreja do Rosário

Poucas igrejas na cidade têm um nome tão bonito quanto o da igreja do Rosário. Quem sabe a da Ordem Terceira de São Francisco, mas, mesmo assim, não sei se é tão imponente, tão positivo, tão orgulhoso de suas origens e por isso, tão digno. O nome completo da igreja…

Continuar lendo

Ser mãe

Ser mãe é ser campo e aceitar o arado abrindo a carne. Ser mãe é receber a semente. E ser cofre para guardá-la e esperar o tempo de vê-la germinar, e crescer, até explodir no mistério da vida e da perpetuação da espécie. Ser mãe é ser pomar e ser…

Continuar lendo

Saliva com pólvora é balela

  Dizer que depois da saliva é preciso usar a pólvora é simplificar para nível de pré-escola o que escreveu há muito tempo o brilhante pensador e estrategista, Clausewitz: “A guerra é a diplomacia por outros meios”. O problema é que, para fazer guerra, é preciso ter um inimigo e,…

Continuar lendo

A mulher nua

No Largo do Arouche, bem de frente da Academia Paulista de Letras, tem uma estátua de uma mulher nua deitada com os braços numa posição de diva do cinema antigo. Em frente dela estão os bustos de alguns acadêmicos de destaque. Confesso que quando eu morrer também quero ter este…

Continuar lendo