Uma coisa é uma coisa

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. O professor mandou e a gente acabemos fondo, porque comigo ou sem migo, o negócio é entrar em campo e ganhar. O Brasil tem grandes jogadores de futebol, alguns dos melhores do mundo, que brilham nos clubes onde jogam, mas…

Continuar lendo

Lendo nas balinhas 912

– Isto, sente-se. Relaxe. Respire fundo, bem devagar, bem lentamente. Feche os olhos. Agora, com calma, vá colocando suas mãos sobre a mesa, assim, com a palmas viradas para cima. Assim, relaxe, relaxe, pense em coisas leves, em coisas boas. Deixe seu ser penetrar no cosmos, sinta o cosmos se…

Continuar lendo

O amigo

Amigo não é quem diz que você é o máximo, nem quem fica ao seu lado quando você está por cima. Amigo é mais. A amizade é uma série de sentimentos e sensações que te unem à pessoa querida, com muito mais força do que um simples interesse. Quando a…

Continuar lendo

As cerejeiras da USP

As cerejeiras são as árvores símbolo do Japão. Quando floridas, são árvores impressionantes, pela beleza das flores e pela quantidade delas que cobre os galhos, num bailado deslumbrante com o vento. As cerejeiras da USP estão floridas. Longe de se compararem aos jardins japoneses ou à monumental Avenida de Washington,…

Continuar lendo

Lembranças

A casa ficava numa rua calma do Jardim Europa. Térrea, com um jardim na frente e um corredor comprido que levava até a garagem, tinha um clima todo especial; uma atmosfera própria, que a fazia diferente e aconchegante. As árvores e os arbustos no jardim da frente praticamente a tapavam…

Continuar lendo

Como as estrelas

Como as estrelas brilham no céu, nós brilhamos na terra. Cada um de nós tem seu brilho próprio, que nos faz um diferente do outro, em todas as situações, e em cada momento. Mais forte do que as impressões digitais, tão inquestionável quanto a íris dos olhos, o brilho de…

Continuar lendo

A ligação secreta

Ainda não está cientificamente provado, mas, a cada dia que passa, vai ficando mais evidente que existe uma ligação secreta entre os canários e as quaresmeiras. Os termos em que o acordo foi feito, se é que há um acordo formal, ao invés de uma simples combinação de boca, são…

Continuar lendo

Do outro lado das grades

Do outro lado da janela, para lá das grades, o verde se espalha, balançando nas tiras pesadas das folhas das palmeiras, nas folhas pequenas do alecrim, no muro, coberto de hera. Enquanto aqui, do lado dentro, a luz é fraca, barrada pela grade de ferro que protege a janela, do…

Continuar lendo

Com curvas

– Você precisa ver a nova esteira que eu comprei. É uma verdadeira loucura, faz coisas que todas as outras somadas não chegam perto. Agora sim eu estou fazendo exercício com prazer. A sensação é exatamente a mesma que você teria andado pela serra da Cantareira. E o esforço é…

Continuar lendo

Os ipês floridos

Os ipês roxos estão floridos. E estão deslumbrantes! Eu sei que os botânicos vão explicar a florada com dezenas ou centenas de fatos científicos que expõem, com toda sua crueza, a natureza da matéria e a temporalidade das flores, abertas com o fim de preservar a espécie, garantindo a polinização,…

Continuar lendo