O presidente se chama Joe Biden

  Tanto faz o que José posta, o que Arnaldo acha, o que os cartomantes não veem ou o que Jair gostaria que fosse. É absolutamente indiferente para o mundo e não interfere no andar da carruagem. Quem pode, pode; quem não pode, se sacode. Velho e sábio ditado caipira,…

Continuar lendo

Liberdade de Pensamento

O princípio é o respeito ao próximo A primeira vez na história da humanidade em que foram definidos a liberdade e os direitos fundamentais do homem data de 1789, com a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, aprovada pela Assembleia Nacional Constituinte da França, culminada pela Queda da…

Continuar lendo

1932 – 88 anos depois

  Oitenta e oito anos depois, os ideais que levaram os paulistas a pegarem em armas e combater a ditadura de Getúlio Vargas estão adormecidos e o que o país vê e vive é triste e é feio, porque condena os brasileiros a permanecerem sem saúde e na ignorância, cercados…

Continuar lendo

Democracia, democracia e democracia

  Não podemos ceder um metro, um centímetro, uma ideia. A hora é de resistir e lutar para manter a democracia duramente conquistada e mais duramente mantida ao longo dos últimos anos, sempre incessantemente ameaçada pelos gafanhotos insaciáveis que tomaram Brasília de assalto após a promulgação da Constituição de 1988….

Continuar lendo

Nem tudo é festa

  Faz alguns dias recebi uma mensagem na qual o autor dizia que estava desligando o rádio quando eu entrava no ar. Segundo ele, minhas crônicas tinham perdido a leveza, a graça e a poesia e eu estava fazendo o jogo dos inimigos. Confesso que fiquei curioso em saber quem…

Continuar lendo

É hora de baixar o fogo

  Não dá para o mundo continuar na toada que vai. É muito vapor dentro da caldeira e o instante da explosão está próximo. O grande nó é que depois de um certo momento não adianta mais baixar o fogo, o processo não é interrompível. Ele segue em frente e…

Continuar lendo

A tragédia anunciada

  O Guarujá foi palco de uma tragédia anunciada faz muitos anos e cujo roteiro se repete regularmente nas mais variadas regiões do Brasil. O que aconteceu lá não foi mais do que o óbvio. O morro veio abaixo porque foi ocupado e maltratado da forma mais irresponsável possível. Quem…

Continuar lendo

Debaixo das pontes

Debaixo das pontes da cidade mora gente. É isso aí: debaixo das pontes mora gente. Seres humanos como você ou eu. Eles moram debaixo das pontes, o que pode ser péssimo, mas ainda é melhor do que morar em determinados barracos perdidos nas favelas do mundo. A miséria assusta. Lamentavelmente,…

Continuar lendo

Depois do carnaval

  Diz a lenda que o Brasil começa a funcionar depois do carnaval. Bem, o carnaval passou. Então é hora de acordar, meter o pé na estrada e começar a fazer acontecer. Até aqui o ano foi de muita falação e pouca ação. A economia não está tão forte quanto…

Continuar lendo

É feio respeitar a lei

  É trafegar pelas ruas de qualquer cidade do Brasil para ver que o esgarçamento da malha moral da nação é muito mais profundo e danoso do que se pensava até há poucos anos. A falta de respeito à lei é a regra, a norma que pauta a forma como…

Continuar lendo