Os ipês estão chegando

Os ipês estão chegando. Começam a florir nas mais variadas áreas da cidade. Marginal Pinheiros, cemitérios, ruas, praças e avenidas espalhadas por todas as zonas. Os ipês são árvores deslumbrantes. Na Mata Atlântica ainda é possível ver árvores com circunferência enorme, que precisam quatro ou mais pessoas de braços abertos…

Continuar lendo

Maré

A vida corre como as ondas que se formam no fundo do mar e avançam ao longo do dia em direção à praia. Algumas batem nas pedras, outra vagam por águas tão profundas que se perdem, misturadas aos mistérios das profundezas, aonde chegam menos do que um leve marulho. Outras…

Continuar lendo

Chuva

Eu preciso da chuva como a terra. Preciso senti-la entrar em mim e me revitalizar, num beijo molhado que desce pelo corpo e entra na alma.Preciso da chuva como a árvore. Preciso dela para refazer minha seiva, para limpar minhas folhas, para me fazer crescer. Eu preciso da chuva como…

Continuar lendo

Chuvas depois da hora

O limite para as chuvas de verão que sempre caíram no sul e no sudeste era fins de março. As águas de março eram as últimas a despencarem do céu e, quem sabe por isso, quando vinham, vinham com força total, destruindo e matando em todos os cantos. Foi assim…

Continuar lendo

A lua e suas fases

As fases da lua comandam o ciclo das mulheres e o movimento das marés. São elas que determinam a fertilidade do mundo, no vai e vem das águas que deixam nas praias as sobras da vida. As fases da lua falam da expansão do universo e das rotas que os…

Continuar lendo

Os dias bons

Existem dias em que no momento em que a gente acorda fica claro, sem nenhuma razão mais explícita, que ele vai ser uma tragédia. Que tudo dará errado, que as coisas não correrão da melhor forma e que o ideal seria ficar na cama, torcendo para ela não desabar ou…

Continuar lendo

A chegada das paineiras

As paineiras estão entrando em cena com sua florada cor de rosa pra enfeitar a cidade. As paineiras são árvores especiais, com tronco especial, galhos especiais, folhas especiais e espinhos especiais. Parecem seres da pré-história, quando os dinossauros andavam sobre a terra e a vida corria no ritmo da vida,…

Continuar lendo

Como os pingos da chuva

Os pingos da chuva caem enriquecendo o solo para o milagre da vida nascida das sementes adormecidas que as chuvas de verão acordam, umedecendo o chão. Mensageiros divinos, cada um deles traz em si um pouco do toque de deus para acender os ramos que brotam da terra agradecida. Os…

Continuar lendo

As paineiras

“Ah, essa impiedade da paineira para consigo mesma!” Mário de Andrade, impresso, e depois apagado, na lareira do salão da frente da casa de meu tio Alfredo. Paineira, na visão do grande escritor, porque com seus espinhos afastava os amigos, machucando-os, quando chegavam perto de sua beleza, ou generosidade. Poucas…

Continuar lendo

O adensamento do paliteiro

O que parecia improvável está acontecendo. Estão conseguindo adensar o paliteiro chamado São Paulo. Para qualquer lado que se olhe, os novos prédios estão subindo em velocidade alucinada. Onde ontem tinha um posto de gasolina, hoje tem um terreno cercado e amanhã as obras de um novo prédio já estarão…

Continuar lendo