O peixe suicida

[Crônica do dia 17 de março de 1998] A Whiteread, a grande regata de volta ao mundo que agora está em São Sebastião é rica em emoções. Emoções que fazem dela uma prova única para os velejadores que se submetem à tortura de se instalarem num barco com pouco conforto…

Continuar lendo

Não podia dar certo

Acabei de ler “Revolução Paulista de 1932 – A História de um Combatente”, de Paulo Cunha Cintra, voluntário que serviu na tropa revolucionária, na região da Serra da Mantiqueira e Vale do Paraíba. O autor escreveu o livro a pedido dos netos, então é uma narrativa mais recente do que…

Continuar lendo

Cem anos dos Dezoito do Forte

O Estadão publicou uma série muito bem-feita sobre os cem anos da revolta conhecida como “Os 18 do Forte”. Em 1922, um grupo de tenentes, numa ação que deveria ser maior, tomou o Forte de Copacabana com a intenção de derrubar o governo. Acontece que o governo monitorava os movimentos…

Continuar lendo

Crônica para “O Pergaminho”

Faz muito tempo que o homem escreve a sua história. No começo ele usava as paredes das cavernas, depois, quando começou a construir casas e templos, passou a usar as paredes dos templos, para em seguida se servir de tábuas de barro e finalmente chegar ao papiro, que foi o…

Continuar lendo

A antevéspera

Dia 9 de julho a Revolução de 1932 completa 90 anos. História mal contada, o que aconteceu de fato é pouco conhecido em São Paulo e foi apagado no resto do Brasil. Num certo sentido, genialidade do Governo Vargas, que, distorcendo e depois apagando a Revolução, impediu que comparações desagradáveis…

Continuar lendo

As cerejeiras da USP

As cerejeiras são as árvores símbolo do Japão. Quando floridas, são árvores impressionantes, pela beleza das flores e pela quantidade delas que cobre os galhos, num bailado deslumbrante com o vento. As cerejeiras da USP estão floridas. Longe de se compararem aos jardins japoneses ou à monumental Avenida de Washington,…

Continuar lendo

Polarização

Não é a primeira vez que o Brasil vê o cenário político metido numa crise mais ou menos séria, capaz de causar estragos na economia e na vida de milhões de brasileiros que lutam e merecem ser felizes. É impressionante, mas o brasileiro é invariavelmente traído pelo ídolo da última…

Continuar lendo

Como as estrelas

Como as estrelas brilham no céu, nós brilhamos na terra. Cada um de nós tem seu brilho próprio, que nos faz um diferente do outro, em todas as situações, e em cada momento. Mais forte do que as impressões digitais, tão inquestionável quanto a íris dos olhos, o brilho de…

Continuar lendo

Polarização

O chamado mundo ocidental está sendo chacoalhado por um fenômeno novo, a radicalização exacerbada das diferentes posições sociopolíticas que, de uma forma ou de outra, sempre se respeitaram e conviveram entre si nos regimes democráticos. Parece que isso acabou e ninguém tem noção de qual será o final da festa….

Continuar lendo

A culpa não é só do clima

As mudanças climáticas estão aí, debitando centenas de bilhões de dólares por ano na conta dos seres humanos. Não tem canto do planeta que não sinta a força dos estragos e alguns ameaçam inclusive desaparecer, engolidos pelo mar, como algumas ilhas do Oceano Pacífico, que estão, ano a ano, perdendo…

Continuar lendo