Um ato importante

No dia 14 de setembro aconteceu em São Paulo uma cerimônia importante. A família Roberto Duailibi doou seu acervo sobre a imigração árabe e a histórias dos libaneses no Brasil. A partir de agora, as mais de mil e quinhentas peças dessa coleção são parte do acervo da Câmara Árabe….

Continuar lendo

A cidade e seu passado

São Paulo é brutal, não perdoa, avança sem se preocupar com o passado e segue em frente, sempre em frente, para todos os lados do grande planalto que ela ocupa diuturnamente, desde sua fundação em 1532. O limite é a falta de limites, a expansão caótica, mas ordenada pelas trilhas…

Continuar lendo

Um novo status para a cidade de Itu

O pleito é para o reconhecimento de seu centro histórico como patrimônio cultural mundial pela Unesco Conhecida pela fama de Cidade dos Exageros e uma das mais tradicionais do interior de São Paulo, agora, Itu quer o reconhecimento de seu centro histórico como patrimônio cultural mundial pela Unesco e mérito…

Continuar lendo

Ninguém tira a democracia do peito do brasileiro

Quando se fala em democracia, é necessário, antes de tudo, a contextualização do tema no tempo e no espaço. A palavra é de origem grega e define o regime político de Atenas, onde, numa população de mais ou menos duzentos e cinquenta mil habitantes, apenas quarenta mil, os cidadãos atenienses,…

Continuar lendo

Sete de setembro

O dia 7 de setembro é o dia da nacionalidade brasileira. É a data em que o Príncipe Regente, D. Pedro de Alcântara, proclama a independência do Brasil, tornando-se, em consequência, seu primeiro imperador. D. Pedro I não chegou aí simplesmente porque sacou da espada e gritou “Independência ou Morte”….

Continuar lendo

Os personagens esquecidos

Quem já ouviu falar de Pedro de Rates Hanequim? Com certeza pouca gente, muito pouca gente, quem sabe a mesma que conhece a figura de Maria da Grã, que também respondia por Terebé, e era irmã de Bartira, e se casou com um jesuíta, antepassado do poeta Paulo Bomfim, com…

Continuar lendo

Manoel e Hernâni

Entre os principais historiadores brasileiros não há como não se colocar Manoel Rodrigues Ferreira e Hernâni Donato. No entanto, eles nem sempre eles são conhecidos do grande público o que explica boa parte das distorções terríveis da nossa história e de como elas acontecem naturalmente num universo controlado e manipulado…

Continuar lendo

As pedras de lastro

Pouca gente sabe, mas boa parte das pedras utilizadas nas primeiras construções brasileiras vieram de Portugal nos porões dos navios, servindo de lastro. É por isso que, vendo as fortalezas da Bertioga, uma de cada lado do canal, fico imaginando a chegada de suas pedras; a operação de descarrega-las, de…

Continuar lendo

No princípio e depois do princípio

No princípio, São Paulo era campo e colinas. A mata estava longe e as várzeas não serviam para nada, exceto inundarem, todos os verões, ano após ano. Do alto da colina do Pátio do Colégio, do alto da península do Mosteiro de São Bento, dos altos de São Francisco, a…

Continuar lendo

Quem foi Borba Gato

A pergunta que não quer calar é se os atacantes da estátua do Borba Gato ao menos sabem quem foi Borba Gato. Curiosamente, São Paulo teve dois Borba Gato. Qual o da estátua? Será mesmo Manuel de Borba Gato, o genro de Fernão Dias Pais? Ou é o outro, que…

Continuar lendo