Dengue

Não existem duas dengues iguais, mas apenas semelhantes. A doença tem uma enorme capacidade de improvisação. Assim, tem gente que mal sente e gente que passa muito mal, com as mais variadas possibilidades entre os dois extremos. De qualquer jeito, na média, a dengue é uma doença cruel, que maltrata…

Continuar lendo

Patrística

D. Fernando Antonio Figueiredo é o Bispo Emérito de Santo amaro. Foi ele quem pensou e construiu o Santuário da Mãe de Deus, o impressionante complexo onde o Padre Marcelo Rossi reza missa, às vezes para mais de 20 mil pessoas. Projeto de Ruy Ohtake, com grande parte do material…

Continuar lendo

Primaveras

[Crônica de 14 de abril de 2014] Eu sei que estamos no outono, mas, tudo bem, as primaveras, ou melhor, algumas primaveras, dentro da anarquia que se transformou São Paulo, decidiram que a hora de florir é agora. As primaveras não fazem parte da marca registrada da cidade. As grandes…

Continuar lendo

Lembranças da fazenda

Hoje eu acordei me lembrando do Paulo Micheletto, copeiro da fazenda de Louveira. O Paulo era uma figura humana única, especialmente para nós, crianças e adolescentes, que usávamos a fazenda de todos os jeitos, alguns infernizando a vida dele. O Paulo era bom, no sentido exato do termo. Ele era…

Continuar lendo

Cachorros ferozes

Faz pouco tempo, o Brasil foi sacudido com a notícia de um ataque de três cachorros ferozes que feriram seriamente uma senhora. Se o ataque foi feito pelos três cães, e foi, a culpa não pode ser imputada a eles. Os três são da raça pitbull, sabidamente violenta e capaz…

Continuar lendo

O trem Pullman do metrô

Enquanto as linhas da CPTM invariavelmente dão problemas, enquanto as outras linhas do Metrô entram em greve, a Linha 4 segue na sua toada tranquila, na hora, com ar-condicionado funcionando e trens cheios, mas não lotados, o que faz suas viagens serem muito confortáveis. Numa cidade alucinada como São Paulo,…

Continuar lendo

A hora da onça beber água

Todo mundo tem sua hora e sua vez. O problema é quando a hora é a mesma, e o lugar também, da onça beber água. Se você perguntar para uma capivara, para um cateto ou para um jacaré se o melhor lugar para se estar é do lado da onça…

Continuar lendo

O renascimento do Pinheiros

O Rio Pinheiros está renascendo, ressuscitando, mudando de patamar, entrando de novo no mundo dos vivos. Como eu sei disso? É simple: rio morto não tem vida e o Pinheiros faz tempo que vem atraindo bichos de todos os tipos para ocuparem suas margens, também ressuscitadas com a vegetação verde…

Continuar lendo

O trânsito nos supermercados

[Crônica de 30 de dezembro de 1998] Cuidado, desvie, breque, pare, olhe para o lado, lá vem um louco em excesso de velocidade… atenção, atenção… atenção, dirija defensivamente e procure evitar acidentes, mesmo com os outros não ligando a mínima para a sua segurança. A cada dia que passa o…

Continuar lendo

Dor de dente

Eu tenho uma amiga que diz que nada é mais humilhante do que dor de dente. Segundo ela, a dor de dente tira a dignidade da dor, diminui a seriedade da dor, redimensiona para menos milhares de anos de torturas e sofrimentos impostos ao ser humano pelo ser humano, sem…

Continuar lendo