Com curvas

– Você precisa ver a nova esteira que eu comprei. É uma verdadeira loucura, faz coisas que todas as outras somadas não chegam perto. Agora sim eu estou fazendo exercício com prazer. A sensação é exatamente a mesma que você teria andado pela serra da Cantareira. E o esforço é…

Continuar lendo

Estão passando fome

É vergonhoso, mas no país que se orgulha de ser uma potência na produção de alimentos, com destacada presença no cenário internacional, tanto na produção de grãos como proteínas, trinta e três milhões de pessoas passam fome. Não, não estou falando de uma nação africana mostrada nas televisões a cabo…

Continuar lendo

Tragédia urbana

Tua indiferença tem algo de trágico. Ela já não se comove com a vida que te rodeia, nem sente pena, ou vergonha. Tua indiferença apenas te faz viver como um zumbi, uma máquina sem coração, que anda pelas ruas da cidade, distante de tudo e de todos. Pouco, muito pouco…

Continuar lendo

Eu preciso de você

Às vezes, a gente faz coisas, fala coisas que machucam o mais fundo da alma de quem a gente ama, de quem a gente nunca sonhou em ferir, e que, no entanto, num momento tolo, num momento que não deveria existir, de absoluta irreflexão, acaba ferindo fundo e se arrependendo….

Continuar lendo

O véu rasgado

A cimitarra da lua rasgou o véu da noite e abriu a caixa dos segredos felizes, guardada no mais escuro do céu. Antes que um anjo pudesse fechá-la, alguns segredos fugiram, se aventurando em viagens tão fantásticas e tão várias como a rota para Aldebarã, ou para a intrometida do…

Continuar lendo

Os opostos são iguais

Não há nada mais parecido com um radical de esquerda do que um radical de direita. Vamos começar na primeira metade do século 20. O que é mais parecido com um comunista do que um nazista? Não são iguais? Foram sócios, como ficou provado no pacto entre Hitler e Stalin,…

Continuar lendo

A cor da música

A música sai fazendo voltas em cores que se espalham na brisa que não sopra. Toma a sala, entra em cada canto, ocupa todos os espaços, lentamente, como uma cobra hipnotizada pelo som da flauta de um faquir. Suave, fala dos anjos que voam pelos céus, levando em suas trombetas…

Continuar lendo

O preço do progresso

O preço do progresso é mais barulho na sua orelha. Tanto faz o que digam, com o progresso vem o barulho, seja aéreo, marítimo ou terrestre. De uma forma ou de outra, o barulho chega, entra na sua vida, faz parte do ambiente, inferniza o ambiente e segue firme e…

Continuar lendo

A culpa não é só do clima

As mudanças climáticas estão aí, debitando centenas de bilhões de dólares por ano na conta dos seres humanos. Não tem canto do planeta que não sinta a força dos estragos e alguns ameaçam inclusive desaparecer, engolidos pelo mar, como algumas ilhas do Oceano Pacífico, que estão, ano a ano, perdendo…

Continuar lendo

Lamento de um ex-opala

– Oi, você que está me vendo e imaginando o que eu faço rodando no meio da rua, carcomido pela ferrugem, sem cor definida, sem segurança nenhuma para os meus passageiros e para os outros. – Pois é, no passado, eu também fui um carro, o mais moderno que tinha,…

Continuar lendo