Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

É bom viver bem

A vida corre em ondas que criam movimentos, empurradas pelas marés. Cada lua deixa o mar de um jeito. Calmo, com ressaca, bom para surfar. O ritmo das águas pode ser comparado ao ritmo da vida.

E tanto num como noutro, o bom é o equilíbrio indispensável para não ficar monótono, nem agressivo demais.

Cada coisa acontece no seu tempo. Nada vem antes, nem depois. Há um ritmo cósmico ordenando o ritmo da vida, como um relógio universal, pulsando em suas batidas o eco do big bang.

Viver bem é a melhor vingança. O ditado revela a sabedoria popular como um provérbio da Bíblia, ou como uma lição que torna simples um tema complexo.

Quem puder aproveite. A vida passa só uma vez e até quando passa devagar é difícil reter seus momentos, ou lhes dar o desdobramento necessário para a felicidade ser parte constante dela.

O gesto de ontem se eterniza no olhar de hoje que gera a ação de amanhã.

Bom é poder amar acima de todas as coisas. Amar intensamente. Com a intensidade do vento dobrando a árvore, da onda quebrando na pedra, da entrega sem por quê.

Os dias passam em meses que se transformam em anos. E a vida cria raízes sólidas, dá e tira, avança.

O corpo já não responde como trinta anos atrás. As necessidades também já não são as mesmas. Mas os olhos conservam o brilho.

O mesmo brilho que iluminou a noite, numa noite distante, perdida nos sons do campo e na música caipira de raiz. De repente eu te olhei e nunca mais parei de te olhar.

Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.