Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Ouriçolândia

Ibiúna é um simpático município perto de São Paulo, às margens de uma represa deslumbrante. No alto da serra, no fundo de Sorocaba, ao lado de Piedade, ainda coberto pela Mata Atlântica, Ibiúna lembra ar puro, natureza, vida saudável e muita paz.

E é tudo verdade. A região convida a descansar, desligar as turbinas, tirar o fio da tomada, deixar a bateria do celular acabar e ser simplesmente você e a natureza. Num encontro que você não imaginava mais possível.

Ibiúna quer dizer Terra Preta na língua geral. A palavra é formada pela soma de “ibi” que quer dizer terra e “una” que quer dizer preta. Mas eu gostaria de provocar algum vereador a fazer um projeto de lei para mudar o nome do município.

Eu sei que é nome antigo, que remonta a tempos passados, quando os ameríndios dividiam a terra com os europeus, mas se o Brasil aceita mudanças radicais, não há razão para não se mudar o nome de Ibiúna.

Se São Paulo não tem mais a Rua da Princesa e a Rua do Imperador, se a Grande Louveira (antiga subprefeitura de Vinhedo) engoliu Jundiaí, Itatiba, Vinhedo e Valinhos, não há razão para Ibiúna não ter o nome atualizado, inclusive para estar em consonância com a realidade.

Em vez de Ibiúna o município deveria se chamar Ouriçolândia. Ao contrário do que está escrito nas placas, não é preciso tomar cuidado com os quatis e os macacos. É preciso cuidado – muito cuidado – com os ouriços.

Eu sei porque depois do encontro da Clotilde com o ouriço, do qual ela saiu parecendo um leão, com centenas de espinhos enfiados no focinho e nas patas, descobri que é comum os encontros com os porcos espinhos. E que os cachorros costumam levar a pior. Como não há de ser um único porco espinho, a região só pode ser o lar das ferinhas. Então vamos fazer justiça a eles e mudar o nome de Ibiúna para Ouriçolândia.

 

Siga nosso podcast para receber minhas crônicas diariamente. Disponível nas principais plataformas: SpotifyGoogle Podcast e outras.

Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.