Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Iniciativas do bem

No país, muitas empresas estão se mobilizando para ajudar no combate ao coronavírus

Em meio a tantas notícias tristes que temos acompanhado em um cenário de pandemia nunca antes visto no Brasil e no mundo, é gratificante saber que empresas de todos os portes e de vários setores têm se mobilizado para ajudar no combate ao coronavírus com doações às instituições de saúde e a quem mais precisa, como as comunidades carentes. A lista é grande para colocar todas nesse texto, mas vale citar as iniciativas de algumas.

Uma delas é a Nestlé, que junto às instituições e o governo para a operacionalização das entregas, doará cerca de 500 toneladas de alimentos e bebidas, além de alimentos para animais de estimação para famílias brasileiras. E também doará 24 toneladas de alimentos para cerca de 2.500 famílias ligadas às cooperativas de reciclagem da cidade de São Paulo e região.

A Fundação Mapfre anunciou um repasse de € 3 milhões, o equivalente a mais de R$ 16 milhões, para apoiar iniciativas de autoridades governamentais e entidades de saúde no Brasil, tanto de prevenção da disseminação do novo coronavírus quanto tratamento da infecção. Em Cotia (SP), a Yamá Cosméticos deu início à produção de 5 toneladas de álcool em gel para distribuição gratuita aos hospitais e instituições da cidade.

No Rio de Janeiro, a Rede D’Or e grupo formado pelas Lojas Americanas, Instituto Brasileiro de Petróleo (IBP), Banco Safra e Bradesco Seguros, anunciaram doações para a construção de hospital de campanha para atender pacientes do SUS, vítimas da covid-19. A iniciativa soma um montante de
R$ 45 milhões. O hospital terá 200 leitos e deverá ficar pronto até o fim de abril.

Já o banco BV, entre outras iniciativas, doou R$ 30 milhões que serão destinadas à infraestrutura hospitalar essencial no combate à pandemia e auxílio às famílias mais vulneráveis, criou uma linha de crédito de R$ 50 milhões para fornecedores nacionais de equipamentos e serviços hospitalares essenciais no combate à Covid-19, e uma campanha de arrecadação online, disponível em sua plataforma digital. Para cada R$ 1 doado por pessoa física, o banco BV doará a mesma quantia, até o total de R$ 10 milhões.

Para ajudar a população de maior vulnerabilidade, a PepsiCo doará, via aporte financeiro da Fundação PepsiCo, mais de 115 mil refeições, distribuirá 575 mil unidades de produtos fabricados pela própria empresa e, ainda, dará suporte financeiro a cooperativas de reciclagem que pararam suas atividades devido ao coronavírus. Já a Arcos Dourado, master franquia do McDonald’s, está doando refeições para profissionais de saúde de 22 cidades do Brasil.

O que você achou das iniciativas? Compartilhe:

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.