Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Em meio à turbulência, uma boa notícia

A qualidade do ar de São Paulo está melhor, assim como a poluição sonora foi reduzida

Em pouco mais de um mês de quarentena na cidade de São Paulo, as mudanças já são bastante notórias na qualidade do ar e no azul do céu. Claro que estamos em pleno Outono, estação que historicamente tem dias mais azulados, mas o tom está diferente e a sensação ao respirarmos é de mais leveza. O que não é para menos, o número de veículos em circulação teve uma redução considerável, várias atividades diminuíram o seu ritmo e grande parte do comércio está de portas fechadas, pelo menos até o dia 10 de maio.

A pandemia nos impôs um ritmo totalmente diferente do que estávamos acostumados, a começar pelo trânsito da cidade. Agora parece que estamos vivendo na São Paulo de meados do século passado. Tanto que um levantamento do aplicativo Waze, com base nos seus 4,5 milhões de usuários na capital paulista, mostrou que houve uma queda de 72% no movimento de veículos no período de 3 a 10 de abril. Um volume que pode ser maior, pois a capital paulista tem cerca de 7 milhões de veículos cadastrados.

O resultado é que a Cetesb, em suas 29 estações de monitoramento na região metropolitana, tem registrado desde o mês de março uma melhora na qualidade do ar. A constatação é de que as condições mais livres do trânsito e a ausência de engarrafamentos vêm contribuindo para uma menor emissão de poluentes, o que, literalmente, nós estamos sentindo na pele. Isso sem falar também da poluição sonora, com a redução de ruídos tão presente no trânsito da cidade, que não tem como não nos incomodar.

Se após a pandemia todas essa loucura de trânsito intenso voltará, nós ainda não sabemos. Pode acontecer das pessoas se conscientizarem de que o carro não é tão necessário para tudo e que há outros meios de transportes disponíveis. Cabe a cada um de nós fazermos a nossa opção. Mas fato é que os finais de tarde registrados com o céu avermelhado se tornaram um grande presente para todos nós, o que não víamos há um bom tempo. Eles vieram para nos dar alegria em meio a esse caos que estamos vivendo.

Você está sentindo o ar melhor? Compartilhe:

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.