Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Alta temperatura

Todo cuidado é pouco com a saúde

Nesta estação do ano, nós estamos sentindo na pele um calor de quase 40 graus e, dependendo da região de São Paulo, a sensação térmica tem sido ainda maior. Dias bem quentes são alternados com queda brusca de temperatura e haja saúde para aguentarmos tudo isso. Inclusive, o INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) tem emitido alertas de onda de calor, com grau de severidade identificada como de “grande perigo”. Um calor excessivo que requer cuidados.

O primeiro deles é com a desidratação. Um dos seus sinais é a cor da pele ficar amarronzada, mais escura. A desidratação é séria e pode causar perda da consciência e até complicações como o acidente vascular cerebral (AVC) ou infarto do miocárdio. A dica é beber bastante água e consumir alimentos que tenham maior concentração de água, como alface, couve, tomate, pepino e frutas.

Assim como no verão, devemos evitar exercícios físicos nos horários de pico do calor para evitarmos o chamado estresse térmico, que nada mais é do que a desidratação que pode comprometer a capacidade de conseguirmos regular a temperatura do corpo. E, claro, usar roupas leves e, na medida do possível, não sair nas ruas quando estiver muito quente.

Também é comum algumas pessoas sentirem inchaços nas pernas. A dica dos especialistas é hidratar a pele e fazer massagens antes de dormir, o que ajuda na drenagem das veias e dos vasos linfáticos, aliviando as possíveis complicações do calor. São apenas algumas dicas para podermos desfrutar da estação mais florida do ano e de todo o espetáculo que a natureza nos oferece.

Como você está se cuidando? Compartilhe:

Siga nosso podcast para receber minhas crônicas diariamente. Disponível nas principais plataformas: SpotifyGoogle Podcast e outras.

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.