Chuvas

Até mesmo a maioria das vezes em que entramos na mata, sentindo na hora o cheiro bom de terra úmida, some, completamente esquecida entre lembranças mais importantes, que também somem, engolidas pelo dia a dia da vida e pela sequência impressionante de experiências que vamos vivendo e que vão enterrando…

Continuar lendo

Paralelos

Teu corpo sabe a terra molhada e plantas amassadas ao longo de uma campina num meio dia de outono. Tem a suavidade das flores do campo quebrando o ácido da terra adubada pelo gado pastando calmo sob o azul profundo do céu de maio. Tem o perfume do capim gordura,…

Continuar lendo

A hora é a hora

Antes é cedo e depois é tarde. A hora é a hora. Ela não chega antes, nem depois; chega no seu momento. O importante é estar atento para entender o momento e não deixar cavalo arreado passar na nossa frente e não ser montado. Deus não coloca cavalo arreado duas…

Continuar lendo

Rosa dos ventos

Qual o rumo de teu rumo? Que caminhos secretos te levam para mais próxima da felicidade? Que rota ou derrota comanda tua nau no longo percurso de tuas Índias? Para que latitude te leva teu portulano? Para que porto? E de que porto vieste? Em que terra esculpiram a carranca…

Continuar lendo

Carrinho de rolimã

Não tem criança que não saiba mexer em celular, tablet, computador e outras geringonças informatizadas. Faz parte do mundo moderno e, junto com elas, seguem jogos, filmes e penduricalhos e enfeites que de alguma forma alienam as mentes e fecham o coração. Era impressionante observar, antes da pandemia, a quantidade…

Continuar lendo

As surpreendentes mudanças de temperatura

Neste inverno, São Paulo teve a menor desses registrada nos últimos cinco anos e depois chegou a quase 32 graus Na semana passada, a cidade de São Paulo atingiu altas temperaturas de verão, chegando à casa dos 30 graus. Andando pelas ruas dava para sentir o cheiro nada agradável exalado…

Continuar lendo

Ipês amarelos

Os ipês amarelos floriram. Estão carregados de diferentes formas, como acontece com árvores tão díspares como eles. Não sei se são os mais numerosos, mas com certeza são os que mais variam de tamanho, desde pequenas árvores mal e mal entradas na puberdade, até respeitáveis senhores, alguns com mais de…

Continuar lendo

Personagens das crônicas

A cidade de São Paulo é o personagem mais importante das Crônicas da Cidade. É ela quem dá o tom, alegre ou triste, com que narro os fatos que vejo – ou imagino, o que, às vezes, pode ser muito mais belo. São Paulo é um universo que pulsa através…

Continuar lendo

Os sabiás de madrugada

Tem quem goste, tem quem não goste. E tem quem queira matar os sabiás desembestados cantando de madrugada. A vida é assim, nem todo mundo gosta do que o próximo gosta. E a riqueza da vida é exatamente esta, como perguntava o antigo comercial: o que seria do verde se…

Continuar lendo

Não dá para entender…

Um parque em chamas, riscos para aviação e ainda há os que soltam balões Desde 1998, conforme a Lei de Crimes Ambientais (9.605/98) e o Decreto 3.179/99, a legislação brasileira proíbe a fabricação, venda, transporte e a soltura de balões que possam provocar incêndios nas florestas e demais vegetações, em…

Continuar lendo