Um chope no fim da tarde

Verão é suor e reposição de líquidos. Ou seja, verão tem que ter chope. Os alemães sabem disso, tanto que a cerveja está na lista dos alimentos essenciais para a população da Baviera. Nós também sabemos disso, apesar da cerveja não estar na lista dos alimentos essenciais para os brasileiros….

Continuar lendo

Um avanço impressionante

Nunca na longa história do homem sobre a terra o tempo passou tão depressa como nas últimas décadas. O novo de ontem é velho hoje e o novo de hoje já é velho daqui a pouco. A rapidez com que o mundo andou pra frente assusta e a tendência é…

Continuar lendo

Nova temporada de cruzeiros marítimos

Até abril de 2022, sete embarcações percorrerão dezenove destinos no Brasil e são esperados mais de 400 mil turistas Depois de praticamente 20 meses, o Governo Federal autorizou a volta dos cruzeiros marítimos no litoral brasileiro. A temporada 2021/2022 começou em novembro e terminará em abril. Sete embarcações, com capacidade…

Continuar lendo

Parque Augusta

Patinou, patinou, mas, depois de décadas de indefinições, politicagem, mobilização popular, sensibilidade política, bom senso e anos de negociações, aconteceu. O Parque Augusta ocupou o enorme terreno na esquina das ruas Augusta e Caio Prado. O antigo colégio das freiras francesas, o antigo internato para onde eram mandadas as filhas…

Continuar lendo

Arquitetura urbana

São Paulo é um festival de estilos arquitetônicos. Começando pela catedral, surpreendentemente gótica e com cúpula, passando pelo Palácio do Governo, desenhado pelo arquiteto de Mussolini, a cidade tem de tudo, com todas as tendências. O Art Nouveau se destaca nos casarões do conde Penteado e de D. Veridiana Prado….

Continuar lendo

Surpresas

O bom da vida é que ela tem surpresas que fazem bem para a alma. Momentos, situações, aventuras e travessias inesperadas, mas que chegam gostoso, trazendo uma mensagem positiva, uma vibração boa. Bom, mas bom mesmo é descobrir esses instantes e aproveitar o papo, o lugar, a situação, a viagem….

Continuar lendo

34ª Bienal Internacional de São Paulo

Nesta edição, mais de 1.100 trabalhos de 91 artistas e 14 instalações temáticas são as principais atrações Com o tema “Faz escuro mas eu canto”, um verso do poeta amazonense Thiago de Mello, escrito em 1965, até o dia 5 de dezembro, o Pavilhão da Bienal no Parque Ibirapuera é…

Continuar lendo

A vitória da ilusão

Ser são-paulino, nos dias de hoje, é aceitar a vitória da ilusão sobre a esperança. Esse time não tem jeito, tanto faz o que façam, não tem jeito. A defesa falha, o ataque falha e o meio de campo joga que nem caranguejo, andando para o lado ou para trás….

Continuar lendo

A esperança olímpica

A cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Tokio é a certeza da vitória do bom sobre o ruim, da esperança sobre o feio e o triste que ameaça o ser humano. Ver centenas de atletas de centenas de países entrando juntos, de bem com a vida, confraternizando uns com…

Continuar lendo

Os Jogos Olímpicos e os valores humanos

Os Jogos Olímpicos são o melhor exemplo de todas as virtudes humanas. Neles, o que temos de melhor explode em competições sadias, em disputas acirradas, em provas decididas nos detalhes, em interpretações mais ou menos subjetivas, mas nem por isso erradas ou feitas de má fé. Seguem, de alguma forma,…

Continuar lendo