De manhã

De manhã, São Paulo, dependendo do pedaço, nem parece São Paulo. Andando a pé pelas ruas da cidade, perto da marginal do Pinheiros, é possível ver coisas que já não deveriam ser rotina, mas que fazem parte do cotidiano da cidade, como os caminhões que ainda entram pela Valentim Gentil….

Continuar lendo

Amigo é matéria rara

Quero um milhão de amigos… cantava a velha música prometendo o paraíso na Terra e a bem-aventurança no peito de todos nós. Mas entre o otimismo da música e a realidade do seu dia a dia, quantos amigos você de fato tem? Não amigos desses que a gente encontra no…

Continuar lendo

A beleza que destrói

Existe pouca coisa mais bonita do que uma tempestade. Mais bonita e mais apavorante. Quando o mundo cai, no céu fechado que despeja as fúrias do inferno em cima da nossa cabeça, nos pingos grandes iluminados pelos relâmpagos que estouram nos raios, em distâncias cada vez mais perto, a fascinação…

Continuar lendo

O poder do pudim de pão

É impressionante, mas o poder do pudim de pão, mesmo numa cidade como São Paulo, vai muito além do razoável. Só quem comeu pudim de pão na infância entende o que eu quero dizer. Para quem não teve esta sorte, a comparação pode ser feita com quase tudo, menos nhoque,…

Continuar lendo

Certos dias

Tem dias que o mundo, de repente e sem aviso, cai em cima da gente. É uma paulada firme, doída e malvada, que pega onde ninguém espera, machucando feito um chute na canela. Não tem aviso prévio, nem sinal de fumaça. A coisa acontece, sem mandar recado e sem porque,…

Continuar lendo

O alinhamento dos planetas

A cada doze anos os planetas se alinham. Ou qualquer coisa assim. É tempo e variável para os estudiosos dos fenômenos dos astros. Sejam astrólogos, sejam astrônomos, ambos têm interesse no comportamento dos astros, no desenvolvimento dos desenhos estrelares, nas manchas do sol, na idade dos cometas e em suas…

Continuar lendo

O mundo depois de uma noite mal dormida

As noites foram feitas para o ser humano dormir. Ou será que o ser humano foi feito para dormir de noite e a primeira versão carrega uma enorme dose de arrogância, a mesma que nos faz esmagar as formigas, quando as vemos andando pelo chão? Acontece que nem sempre a…

Continuar lendo

Porque a lua brilha mais

Tem épocas em que a lua cheia brilha mais. Seu halo cresce e cria uma visão única, deslumbrante e romântica, capaz de trazer um pouco do que sobrou da poesia do mundo de volta pra terra. Eu sei que é difícil comparar o brilho da lua cheia deste mês com…

Continuar lendo

A necessidade do belo

Eu não sei se os outros animais se comovem. Tem gente que diz que sim, tem gente que diz que não, eu não sei, se bem que tenho minhas dúvidas quanto a insensibilidade das outras espécies. Já o ser humano, não, o ser humano, mesmo o mais bruto, se comove….

Continuar lendo

Chopp é chopp

Qual o melhor chopp que existe? Não sei. Mas a discussão me parece um pouco teórica, para não dizer teológica. Time de futebol é uma coisa que dói no coração, mas possibilita comparação. Religião, não. Ou você acredita, ou não. O Deus é aquele, com tudo de positivo e definitivo…

Continuar lendo