Certos dias

Tem dias que o mundo, de repente e sem aviso, cai em cima da gente. É uma paulada firme, doída e malvada, que pega onde ninguém espera, machucando feito um chute na canela. Não tem aviso prévio, nem sinal de fumaça. A coisa acontece, sem mandar recado e sem porque,…

Continuar lendo

O alinhamento dos planetas

A cada doze anos os planetas se alinham. Ou qualquer coisa assim. É tempo e variável para os estudiosos dos fenômenos dos astros. Sejam astrólogos, sejam astrônomos, ambos têm interesse no comportamento dos astros, no desenvolvimento dos desenhos estrelares, nas manchas do sol, na idade dos cometas e em suas…

Continuar lendo

O mundo depois de uma noite mal dormida

As noites foram feitas para o ser humano dormir. Ou será que o ser humano foi feito para dormir de noite e a primeira versão carrega uma enorme dose de arrogância, a mesma que nos faz esmagar as formigas, quando as vemos andando pelo chão? Acontece que nem sempre a…

Continuar lendo

Porque a lua brilha mais

Tem épocas em que a lua cheia brilha mais. Seu halo cresce e cria uma visão única, deslumbrante e romântica, capaz de trazer um pouco do que sobrou da poesia do mundo de volta pra terra. Eu sei que é difícil comparar o brilho da lua cheia deste mês com…

Continuar lendo

A necessidade do belo

Eu não sei se os outros animais se comovem. Tem gente que diz que sim, tem gente que diz que não, eu não sei, se bem que tenho minhas dúvidas quanto a insensibilidade das outras espécies. Já o ser humano, não, o ser humano, mesmo o mais bruto, se comove….

Continuar lendo

Chopp é chopp

Qual o melhor chopp que existe? Não sei. Mas a discussão me parece um pouco teórica, para não dizer teológica. Time de futebol é uma coisa que dói no coração, mas possibilita comparação. Religião, não. Ou você acredita, ou não. O Deus é aquele, com tudo de positivo e definitivo…

Continuar lendo

Sonho, esperança e ilusão

Um arco-íris cortará o céu anunciando o fim da pandemia. Ao mesmo tempo, a natureza se cobrirá de verde e flores e frutos se espalharão pela terra, anunciando o fim da carestia. As águas dos rios milagrosamente se despoluirão, o ar voltará a ser transparente e a nuvem negra que…

Continuar lendo

Que fim levou?

Que fim levou o buraco que havia aqui? Se transformou numa enorme cratera que fez o buraco desaparecer. Que fim levou a rua que havia aqui? O buraco que se transformou em cratera comeu. Que fim levou a praça que ficava no final da rua e que nos meses certos…

Continuar lendo

O porquê das coisas

Dizem que todas as coisas, todos os acontecimentos, todos os imprevistos, têm um porquê. Uma razão absoluta que o faz inadiável, no momento em que ocorre. Um segundo antes seria cedo, um milionésimo de segundo depois seria tarde. Como dizem os militares: a hora é a hora! Ninguém escapa do…

Continuar lendo

Falar de amor

Não tem dia, nem hora para se falar de amor. Qualquer momento é bom, qualquer instante vale a pena, todo segundo justifica uma vida feita errada, sem carinho, sem ternura, sem compaixão. Falar de amor é bom como fazer amor. Falar de amor é o começo para se fazer amor….

Continuar lendo