Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Nós temos, mas quem não tem?

 

Faz pouco tempo, a BBC, tida como uma emissora séria, responsável por parte do sucesso britânico no mundo moderno, com imensos serviços prestados à imprensa internacional, levou ao ar um programa ridicularizando nosso Presidente da República.

Nada contra ou a favor. A imprensa livre às vezes se excede. Mas a liberdade de imprensa é uma das maiores conquistas do ser humano, responsável por conter desmandos sem tamanho e revelar tramoias e falcatruas envolvendo altos personagens, tidos por honestos ou inatacáveis.

Que o diga a história recente do Brasil. O que se apurou por aqui é uma lição para o mundo, incluída a Grã-Bretanha, onde as coisas não vão tão bem, aliás, como parece.

Leia também: O exemplo do Bojador

O Brexit pressagia o naufrágio de uma das mais fortes economias do planeta. E, no entanto, os ingleses seguem em frente como se não estivessem com uma batata quente nas mãos e o risco de cair de status.

Olhando de perto, ou melhor, lendo na imprensa, o que temos é um processo patético, capitaneado, primeiro, por uma senhora incompetente, de quem ninguém gostava, e, agora, por um personagem de filme cômico.

Enquanto isso, irlandeses e escoceses assistem tudo sem achar graça nenhuma e seriamente preocupados porque não querem sair da UE.

Leia também: A Grã-Bretanha puxa a fila

Muitos vão se lembrar, há alguns anos, um juiz espanhol tentou julgar brasileiros pelo que ele achava que aconteceu no Regime Militar.

Depois ele evoluiu e resolveu apurar o que tinha acontecido na Guerra Civil Espanhola. Aí ele perdeu o emprego e acabou processado.

O Presidente brasileiro fala mais do que deve? Fala. E daí pra frente é por sua conta e risco. O problema é não respingar no Brasil, que entre trancos e barrancos segue em frente. Seria interessante, antes de fazer piada com os outros, a BBC olhar dentro de casa.

Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.