Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Gente que faz

 

Enquanto dezenas de milhares de pessoas saem às ruas achando que estão de férias extraordinárias, caídas do céu por obra de São João dos Necessitados, outros milhares de pessoas saem de casa diariamente para enfrentar o coronavírus e, mesmo sem ajuda de parte da população, fazer o que está ao seu alcance para garantir um mínimo de saúde aos brasileiros.

São os médicos, residentes, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, socorristas, técnicos de diferentes especialidades, pessoal de retaguarda, seguranças, motoristas, pessoal de limpeza e mais dezenas de outras categorias diretamente envolvidos no combate ao coronavírus.

Leia também: Inteligente é ficar em casa

Diariamente eles saem de casa sabendo dos riscos, a rapidez da contaminação, a evolução da covid19, a seriedade da doença, que faz com que os hospitais tenham mais pessoas nas UTI’s do que nas enfermarias.

Tanto faz. Chegam nos locais de trabalho, se paramentam com os equipamentos de proteção necessários e vão à luta, com coragem, denodo, competência e muito profissionalismo.

Diz a lenda que o herói costuma ser alguém no lugar errado, na hora errada, que, diante de uma situação crítica, se supera e vai além do imaginável, invariavelmente salvando vidas inocentes.

O começo da lenda está errado. O pessoal engajado na luta contra a covid19 sabe exatamente o que faz e está no lugar certo, na hora certa, dando o melhor de si, porque é isso que têm que fazer.

Leia também: A hora é de solidariedade

Não há parada, nem toque de tambores e gaitas de fole. Eles chegam, entram, trabalham e salvam vidas com a humildade de quem sabe que é assim que tem que ser. Centenas deles já adquiriram a doença, alguns morreram, mas os outros seguem em frente. Graças a Deus, eles seguem em frente. Muito obrigado a cada um e a todos vocês, engajados nesta luta. O Brasil tem uma dívida eterna com cada um de vocês!

Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.