Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Saudades da Eletropaulo

 

Ai, que saudades do luar do meu sertão. A lua nasce por detrás da verde mata e clareia a imensidão. Que saudades dum ranchinho beira chão, todo cheio de buraco, onde a lua faz clarão.

Saudade de Matão. De Serra Negra, Lindóia, Águas do Prata. Saudade de São Bento do Sapucaí, de Campos dos Goitacazes, não.

Leia também: Saudade do CPOR

Saudade do Raso da Catarina, de Diadorim e Riobaldo Tatarana. Do Chapadão do Bugre, Capitão Eucaristo, Sargento Hermenegildo, José de Arimatéia e o Coronel Americão.

Saudade do Saci, da Cuca, da Emília e do Visconde de Sabugosa. Saudade do Onço e do Quindim.

Saudade de tanta saudade que faz parte da minha vida e que me conta uma história gostosa.

Saudade da fazenda da minha mocidade. A energia era fornecida pela Itatibense de Força e Luz, escolha do meu bisavô para agradar um amigo. O serviço era tão ruim que não precisava nem chover, era o céu ficar cinza e faltava energia.

O sonho era mudar pra Light. Mas tinha zoneamento. Então, como a escolha original tinha sido a Itatibense, mesmo estando na divisa, levou anos até a mudança ser feita e a luz da Light brilhar mais forte e mais firme.

Saudade do Guarujá. No apartamento tinha dois lampiões e pacotes de velas para as intercorrências mais comuns do que seria razoável.

Saudade da Alemanha, onde, mesmo nas tempestades mais fortes, com frio de menos 26 graus, a luz não acabava e o telefone funcionava.

Leia também: Eu não tenho saudades, tenho boas lembranças

Saudade da Eletropaulo. Pasme! É isso mesmo! Saudade da Eletropaulo, com tudo de ruim e ineficiente que ela tinha.

Já dizia Napoleão Bonaparte: não se preocupe, o que vem depois costuma ser pior.

Siga nosso podcast para receber minhas crônicas diariamente. Disponível nas principais plataformas: SpotifyGoogle Podcast e outras.

Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.