Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Piloto de autorama

O trânsito em São Paulo já passou a última linha entre a terra e o inferno. Está hoje no meio dos piores círculos, desafiando Dante a inventar algo mais malvado ou cruel.

Ninguém tem a menor ilusão. A cidade está seriamente ameaçada e a ameaça vem de seus próprios moradores. Motoristas alucinados que não respeitam nada, em nome do direito de passar na sua frente e ficarem parados, por horas a fio, presos em congestionamentos que eles ajudam a criar, parando no meio dos cruzamentos.

Mas os fecha-cruzamentos não são os únicos que atrapalham diariamente o fluxo das ruas.

Pior do que eles são os pilotos de autorama. A espécie é facilmente identificada pela forma como dirige.

Em ruas com faixa separando as pistas, eles se colocam exatamente em cima delas, com duas rodas de cada lado, ocupando o espaço de dois carros.

Tem gente que diz que eles não fazem isso por mal. Que é apenas a consequência lógica de terem se iniciado na arte de dirigir em velhos autoramas, daqueles com a pista negra e o trilho elétrico prateado e brilhante.

Pode ser, mas já deveriam ter aprendido que no mundo real a teoria dos autoramas causa dano de monta para a velocidade da cidade.

O problema é que não aprenderam. E da mesma forma que antigos alunos de autoescolas ainda insistem em tirar o braço para fora, e levantá-los por cima da capota, apontando para a direita, para sinalizar o que pretendem fazer, os pilotos de autorama só sentem seguros quando colocam o veículo exatamente em cima da faixa que separa as pistas.

Siga nosso podcast para receber minhas crônicas diariamente. Disponível nas principais plataformas: SpotifyGoogle Podcast e outras.

Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.