Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

A cidade dos bichos

 

Tem quem duvide, mas é só porque não conhece. Quem mora aqui sabe que São Paulo tem de tudo um pouco, ou muito, como aves, ratos, baratas, pernilongos, onças e capivaras.

Sabiás, bem-te-vis, rolinhas, pombas, tico-ticos, quero-queros, almas de gato, tuins, canarinhos e toda sorte de periquitos dividem os céus e os beirais com gaviões de todos os tamanhos, que se fartam nos sacos lixo, muito mais fáceis de atacar do que as aves voando.

Leia também: Nos céus de São Paulo

Quando eu era menino, os pardais e as andorinhas dominavam, soberanos! Não sei o que aconteceu, eles perderam a vez e, se hoje ainda voam pela cidade, é em número muito menos impressionante.

As capivaras são um capítulo à parte. Ratões, os maiores roedores do planeta, as capivaras têm a resistência da raça e se multiplicam nos esgotos do Tietê e do Pinheiros, sem se importarem com a poluição das águas.

E quando encontram um lugar como a raia olímpica da USP, aí é festa e a farra corre solta, com capivarinhas e mais capivarinhas vindo ao mundo, incessantemente, como acontece com as pragas.

Leia também: Nas asas dos pernilongos

É verdade que os jacarés sentiram a oportunidade e tentaram se estabelecer na região para aproveitar a fartura de caça, mas não deram conta. São sensíveis demais para viverem nas águas poluídas que correm pela Grande São Paulo. E as onças andam pelas beiradas, nos limites do município, o que faz as capivaras não terem inimigos naturais.

Os pernilongos dividem os espaços com as capivaras, mas a convivência é amigável. Tem sangue de sobra nas veias da população para evitar uma briga entre eles. Mas, se eles fazem a festa nos ares, ratos e baratas fazem a festa no chão.

E nós vamos em frente, convencidos que somos os donos do pedaço, cercados por outras formas de vida que se espalham por todos os lados.

Siga nosso podcast para receber minhas crônicas diariamente. Disponível nas principais plataformas: SpotifyGoogle Podcast e outras.

Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.