Eu sei que você sabe

  O flamboyant floriu com força, como se uma raiva profunda o fizesse se mexer para mostrar que os flamboyants são parte da vida da cidade e não admitem serem deixados de lado quando se fala nas árvores com as floradas mais bonitas. Os flamboyants são árvores de época. Eram…

Continuar lendo

O enunciado da ameba

As teorias são desenvolvidas para serem testadas e se derem certo se transformam, depois de longos estudos e observações, em certezas que geram enunciados que se colocam entre as verdades definitivas, até serem alterados por outra verdade que prova que a antiga verdade já não é verdadeira. O resultado desta…

Continuar lendo

O retrato do Brasil

  O apagão do Amapá é alguma coisa completamente surrealista. Não tem cabimento. É inconcebível. Jamais poderia ter acontecido e, no entanto, aconteceu. Nem roteirista de filme C chinês conseguiria criar o cenário deprimente, dantesco, pela miséria envolvida, que se seguiu a uma simples queda de raio. Leia também: Saudades da…

Continuar lendo

Comparando somos menos ruins do que parece

  O Brasil tem feito tolices? Mais do que fazer tolices, temos falado mais do que o necessário e, como diz o mineiro: “quem fala muito dá bom dia a cavalo”. Tem coisa errada, tem ações sem pé nem cabeça? Tem. E tem muito. Não há razão para insistirmos em…

Continuar lendo

Ponte Júlio de Mesquita Neto

A ponte Júlio de Mesquita Neto fica na marginal do Tietê, logo depois do Estadão, para quem segue na direção da Freguesia do Ó. É uma ponte relativamente diferente das outras pontes sobre as marginais. Ela não tem alças de acesso e é bem mais alta do que suas primas….

Continuar lendo

Não voe alto

Até hoje eu me lembro de meu tio Alfredo Mesquita me dizendo, cada vez que eu ficava ansioso, querendo muito alguma coisa: “não queira muito porque um dia você consegue”. Para o jovem de mais ou menos 18 anos, querendo engolir a lua cheia num grande banquete, a frase não…

Continuar lendo

A mais bonita beleza

A natureza é capaz de criar formas deslumbrantes, em cenários de sonho, para realçar ainda mais a beleza criada. Alguns pores-do-sol, algumas noites de lua cheia conseguem transmitir a sensação de infinito, dando-nos a certeza de que dividindo com eles este momento, somos também parte da eternidade. O belo arrepia,…

Continuar lendo

Dois lados de duas moedas

  Toda moeda tem pelo menos dois lados. Isso não significa que um tenha que ser bom e outro ruim. Os dois podem ser bons, os dois podem ser ruins e um pode ser bom e outro ruim. Também pode acontecer de não serem nem bons, nem ruins, mas serem…

Continuar lendo

É bom ser feliz

Todo mundo tem o direito de tentar ser feliz. Quem sabe seja o mais fundamental de todos os direitos humanos. O direito a felicidade é inalienável, intocável, e, como dizia um ex-ministro, imexível. Ninguém tem o direito de mexer no direito do próximo ser feliz. A felicidade não é uma…

Continuar lendo

A batida da lua cheia

  A lua cheia brilha no céu, batendo no ritmo de bilhões de corações pulsando incessantemente na terra. No ritmo da terra. Ou será que é o contrário? É a terra que gira no ritmo dos corações? Questões transcendentais, problemas insolúveis se materializam diariamente na frente dos físicos, enquanto os…

Continuar lendo