Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

A nossa bela língua

Falada em nove países do mundo, a cada cinco indivíduos que falam português no mundo, quatro são de origem brasileira

Hoje é celebrado o Dia Nacional da Língua Portuguesa. Quinto idioma mais falado do mundo, ele nasceu em Portugal, a partir de culturas ancestrais, do chamado latim vulgar, que era apenas falada, e se espalhou pelo mundo graças aos descobrimentos portugueses. O dialeto que daria origem à língua portuguesa foi inserido pelos romanos em uma região que fica ao norte da Península Ibérica, a Lusitânia, além da langdoc, trazida pelos guerreiros franceses do Conde D. Henrique de Borgonha.

No Brasil, a data foi escolhida para homenagear o escritor Ruy Barbosa, nascido em 5 de novembro, e considerado um grande estudioso da língua portuguesa. Além de Portugal e Brasil, a língua portuguesa também é o idioma oficial de Angola, Cabo Verde, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste, Guiné Equatorial e Guiné-Bissau. Curiosamente, a cada cinco indivíduos que falam português no mundo, quatro são de origem brasileira.

Rica e cheia de variações, no Brasil, a língua portuguesa já passou por reformas, em 1943 e 1971, com o objetivo de simplificar as regras ortográficas e unificar a grafia entre os países que têm esse idioma como oficial. A mais recente delas foi o Acordo Ortográfico de 1990. E cada vez mais, surgem novas palavras no nosso vocabulário, como tuitar e GPS, o que nem imaginávamos existir nos anos de 1990, enquanto outras ficaram esquecidas.

E São Paulo é a cidade com a maior concentração de pessoas que falam português em todo o mundo, e que também abriga o Museu da Língua Portuguesa, o primeiro museu do mundo totalmente dedicado a um idioma. Se por um lado nós temos muito a comemorar no Dia da Língua Portuguesa, por outro, as estatísticas apontam uma triste realidade em pleno século XXI.

No Brasil, a taxa de analfabetismo registrada pelo IBGE, em 2019, foi de 6,6% na população com mais de 15 anos, ou seja, 11 milhões de brasileiros são considerados analfabetos. Já o chamado analfabetismo funcional, a incapacidade de compreender textos simples, afeta três em cada dez brasileiros, pelo Indicador de Alfabetismo Funcional, um levantamento nacional feito pelo Instituto Paulo Montenegro, em parceria com a ONG Ação Educativa.

O que você mais gosta na língua portuguesa? Compartilhe:

Siga nosso podcast para receber minhas crônicas diariamente. Disponível nas principais plataformas: SpotifyGoogle Podcast e outras.

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.