95 anos do poeta

No dia 30 de setembro o poeta Paulo Bomfim teria completado 95 anos de idade. Mas ele decidiu mudar de endereço antes. Por isso, pouco mais de dois anos atrás, foi para o céu, brincar eternamente criança na Fazenda Himalaia, que serve de modelo para as fazendas de café da…

Continuar lendo

Bartira e Terebé

Se os homens são o carro chefe na história do planalto, sem duas mulheres e seus destinos com certeza os fatos não teriam se dado como se deram, nem a história de São Paulo teria evoluído como evoluiu. Tibiriçá tinha uma filha que ficou conhecida porque se casou com João…

Continuar lendo

Pero Dias

Poucos nomes são tão pouco conhecidos na história de São Paulo como o de Pero Dias. No entanto ele teve papel fundamental para os jesuítas alcançarem o mesmo status de João Ramalho junto a Tibiriçá. João Ramalho, casado com Bartira, era genro do grande cacique que dominava largo trecho das…

Continuar lendo

Os personagens esquecidos

Quem já ouviu falar de Pedro de Rates Hanequim? Com certeza pouca gente, muito pouca gente, quem sabe a mesma que conhece a figura de Maria da Grã, que também respondia por Terebé, e era irmã de Bartira, e se casou com um jesuíta, antepassado do poeta Paulo Bomfim, com…

Continuar lendo

As pedras de lastro

Pouca gente sabe, mas boa parte das pedras utilizadas nas primeiras construções brasileiras vieram de Portugal nos porões dos navios, servindo de lastro. É por isso que, vendo as fortalezas da Bertioga, uma de cada lado do canal, fico imaginando a chegada de suas pedras; a operação de descarrega-las, de…

Continuar lendo

Quem foi Borba Gato

A pergunta que não quer calar é se os atacantes da estátua do Borba Gato ao menos sabem quem foi Borba Gato. Curiosamente, São Paulo teve dois Borba Gato. Qual o da estátua? Será mesmo Manuel de Borba Gato, o genro de Fernão Dias Pais? Ou é o outro, que…

Continuar lendo

A estupidez é ilimitada

Quando os fanáticos do Taleban destruíram duas estátuas de Buda, esculpidas na rocha, em Baniyan, foram chamados de trogloditas, execrados e condenados de todas as formas porque estavam destruindo obras primas feitas há 1500 anos. Logo após a Renascença, padres da Igreja Católica mandaram cobrir pinturas retratando o corpo humano…

Continuar lendo

Os vilões dos tempos atuais

Símbolo de desbravadores há tempos atrás, agora os bandeirantes são perseguidos e até com estátua incendiada A estátua em homenagem ao bandeirante Manuel de Borba Gato, nascido em 1649 na região onde está localizado o distrito de Santo Amaro, foi inaugurada em 1963 durante as comemorações do IV Centenário de…

Continuar lendo

O primeiro começo

Cada vez que eu vejo a serra do Mar, o paredão que ela é, a forma íngreme e dramática que com que se debruça sobre o litoral, espremido entre o mar e suas encostas a pique, fico imaginando como os primeiros portugueses se sentiram, ao chegarem e vê-la e encararem…

Continuar lendo

Rumos e bandeiras

Rio Tietê, rio Pinheiros, serra de Paranapiacaba, Mantiqueira, Japi, pico do Jaraguá, de onde brotou o primeiro ouro arrancado das entranhas da terra brasileira para glória de Deus e maior poder de El Rei. Hoje, quase ninguém liga estes nomes ao tamanho do Brasil, ao imenso continente que se estende…

Continuar lendo