Praça Horácio Sabino

Pouca gente, hoje, sabe quem foi Horácio Sabino, mas São Paulo deve muito a este homem que morava na Avenida Paulista, no quarteirão onde fica o conjunto Nacional. Com visão do futuro, foi ele quem fez o primeiro loteamento pensado para ser exclusivamente residencial, com traçado específico e que ainda…

Continuar lendo

Rumos e bandeiras

Rio Tietê, rio Pinheiros, serra de Paranapiacaba, Mantiqueira, Japi, pico do Jaraguá, de onde brotou o primeiro ouro arrancado das entranhas da terra brasileira para glória de Deus e maior poder de El Rei. Hoje, quase ninguém liga estes nomes ao tamanho do Brasil, ao imenso continente que se estende…

Continuar lendo

A igreja de Frei Galvão

Um dos conjuntos arquitetônicos mais bonitos e ricos da cidade de São Paulo está no bairro da Luz, na avenida Tiradentes. São vários imóveis, dos dois lados da avenida, com as mais diversas finalidades. Igrejas, museus, jardins, escolas, quartéis, se sucedem numa região hoje deteriorada, mas que, no passado, foi…

Continuar lendo

Pela cidade

Seu João gosta de caminhar pelo bairro. Não se importa com as ladeiras, sobe e desce, Pacaembu a fora, como se estivesse caminhando pelas ruas de Parati. Seu João conheceu Parati quando não tinha Rio/Santos. Quando a viagem era pela serra de Cunha, na poeira ou pela lama, dependendo da…

Continuar lendo

As terras das ordens mais antigas

Quem olha o Centro Velho de São Paulo nota que as ordens religiosas ocupam os melhores espaços. A razão para isso é simples: elas chegaram cedo e requisitaram as terras onde se instalaram quando a cidade era menos que uma currutela e a população muito religiosa. Os primeiros foram os…

Continuar lendo

A chegada dos imigrantes

59Pouca gente sabe, mas quando o ciclo da imigração para São Paulo ganhou volume e rapidez, a cidade tinha menos de 30 mil habitantes. É isso. Por volta de 1870, São Paulo não tinha 30 mil moradores. E no começo do século 20 já beirava os 300 mil. O dado…

Continuar lendo

Os Campos Elíseos e outras casas

O Palácio dos Campos Elíseos não nasceu palácio, nasceu palacete. Foi construído pelo fazendeiro e empresário Elias Chaves para ser sua residência, o que dá um pouco a dimensão das fortunas dos homens ricos de São Paulo no final do século 19 e começo do século 20. Dimensão que fica…

Continuar lendo

O largo da matriz paulistano

As cidades do interior têm no largo da matriz seu coração. É neles que as coisas acontecem, que vida gira, como nos footings dos domingos dos anos 60. Homem andava para um lado e mulher para o outro. O namoro acontecia na hora que se cruzavam, dizendo um oi baixinho,…

Continuar lendo

Santo Amaro já foi município

Nem sempre Santo Amaro foi bairro de São Paulo. Aliás, bairro não, subprefeitura. No passado Santo Amaro foi município, com prefeito, Câmara Municipal e um trem que o ligava à Capital. Mas já bem antes disso a freguesia era lugar de destaque no mapa da capitania, com gente do porte…

Continuar lendo

A Freguesia do Ó

É curioso, mas pouca gente sabe que a Freguesia do Ó é um dos bairros mais antigos de São Paulo. Mesmo se chamando freguesia e sendo a última remanescente de todas as que passaram a se chamar bairros, ela não transmite a ideia de antiguidade, nem de ter sido uma…

Continuar lendo