Cadê as notícias boas?

Bom mesmo é chupar laranja lima e escrever sobre notícias boas. Falar sobre o ser humano se superando por algo mais do que trinta dinheiros ou quinze minutos de fama. Ver acontecer uma mão se estendendo, não para tomar, nem para dar, mas pelo gesto, pelo de humano nele existente,…

Continuar lendo

Expansão

Espanto? Não, nem mesmo surpresa. Quando você surgiu da bruma da madrugada, iluminando o quarto com a ideia da sua chegada, você foi a consequência lógica do momento, a sequência natural dos fatos. Nem poderia ser diferente. Naquela hora, com a noite escura dividida por mim e pelo canto sem…

Continuar lendo

Felicidade é viver em paz

Felicidade é viver em paz. Deixar a vida fluir como um grande rio que atravessa uma planície suave. Lento e largo, correndo com calma, carregando quase sem balanço em suas águas caudalosas os destroços que caem em sua corrente. Ser apenas uma gota d’água no meio deste universo tranquilo, que…

Continuar lendo

Vai piorar

As mudanças climáticas estão aí, neste momento mais evidentes nas ilhas gregas, que queimam sem qualquer controle, mas também comendo soltas em todas as regiões do planeta. As altas temperaturas no Canadá e nos Estados Unidos e as baixas temperaturas no Brasil são a prova de que as coisas vão…

Continuar lendo

A vez dos sabiás

Nada é mais metódico e ao mesmo tempo mais belo do que os movimentos da natureza. Cada passo segue o outro, ano após ano, num movimento de eterna rotina, mas sempre diverso, sempre de outro jeito, ainda que parecendo o mesmo. Por exemplo, os sabiás, todo começo de setembro começam…

Continuar lendo

Adeus Sérgio Mamberti

Ter amigos faz a diferença. Nesta vida, um bom amigo é um tesouro mais rico do que pedras preciosas, dinheiro ou bilhete de loteria. Um amigo não tem preço, bate todas as altas da Bolsa, ganha dos títulos do governo e da inflação causada pelo desgoverno. Eu tenho sorte. Eu…

Continuar lendo

Orografia

Firmes, as duas montanhas se erguem paralelas, lado a lado, desafiando o céu, no final da campina que suavemente sobe em direção às suas bases. Cônicas, como vulcões adormecidos que, com certeza, um dia voltarão a explodir o magma da vida, elas, do alto de seus belos picos observam a…

Continuar lendo

As borboletas e as matas

As borboletas amam as matas. É nelas que elas crescem, aprendem a voar e, depois, um belo dia, deixam a proteção das sombras densas para se aventurarem no ar claro do dia sob o sol, arriscando a vida, na sanha dos pássaros e dos caçadores de borboletas, que as procuram…

Continuar lendo

O Mando morreu

A vida é a vida e ela nos pega sem aviso, sem hora certa, sem razão aparente ou ao menos compaixão. Ela bate e é isso. Temos que seguir em frente, absorvendo a porrada, às vezes mais pobres e sempre mais doídos. Meu primo Armando de Salles Oliveira, o Mando,…

Continuar lendo

Teu brilho

A lua cheia brilha no céu um brilho forte, que forma à sua volta uma aura mágica, como se o satélite fosse uma santa mostrando para a terra a força da sua divina existência. É um brilho único, feito do reflexo do sol no corpo da lua que brilha seu…

Continuar lendo