É dia de feira

E quem não resiste a um pastel? Nada é mais irresistível do que um pastel com caldo de cana, ou com água de coco nas barracas de feiras livres de São Paulo. E não importa o dia, já que feira livre acontece de terça-feira a domingo, em vários cantos da…

Continuar lendo

Usar óculos

Tem quem ache que usar óculos é muito chato. Tem quem ache feio, quem ache charmoso, quem goste, quem não goste. Graças a Deus é assim e cada um pode achar o que quiser. De acordo com uma pesquisa de 2018, 45 milhões de brasileiros precisam usar óculos e não…

Continuar lendo

Saudade não é nostalgia

Quando escrevo sobre fatos ou lembranças da minha vida é comum me perguntarem se eu queria que o tempo voltasse, para viver como no tempo que passou, só que nos dias de hoje. Não, eu não quero que o passado volte, nem que o ontem seja de novo o tempo…

Continuar lendo

Um drama chamado burocracia

A burocracia brasileira tem o dom de parar o país e todos que, de uma forma ou outra, pretendem, não mudar o mundo, mas simplesmente trabalhar, gerar riquezas, contratar gente e pagar impostos. Até para isso a burocracia é capaz de complicar a vida das pessoas. Receber impostos deveria ser…

Continuar lendo

As maravilhas do mercado municipal

Programa imperdível para quem mora aqui, ou é de fora Cartão postal da cidade de São Paulo, o Mercado Municipal tem muitos atrativos. A começar pela sua exuberante construção, o projeto é do engenheiro Felisberto Ranzini, o mesmo que responde pelo projeto do Teatro Municipal. Inaugurado em 1933, ele é…

Continuar lendo

Você ajuda por egoísmo

Ajudar alguém é ato absolutamente individual. Você ajuda porque quer, não porque o outro precisa. A necessidade alheia é o argumento, a razão para uso externo, o gesto que te deixa bem na foto. De verdade, você ajudar ou deixar de ajudar é decisão sua e de mais ninguém. O…

Continuar lendo

Às vezes é muito difícil

Tem dias em que acordamos e pensamos por que isso aconteceu comigo? Às vezes é uma coisa boa, outras não, mas a pergunta se impõe, sem aviso prévio, sem sirene ligada ou alarme disparando. Por que comigo e não com ele? Se tem tanta gente boa melhor do que eu,…

Continuar lendo

Dedão nos óculos

Eu sei que sou estabanado. Sempre fui, então não tem nada de novo debaixo do sol. Eu uso óculos e tenho a imensa capacidade de colocar o dedo na lente pelo menos uma vez por dia. Normalmente percebo o estrago no ato, mas tem vezes que, por uma razão ou…

Continuar lendo

A segurança nas fazendas

Quando eu era menino, as fazendas eram lugares seguros, de dia e de noite. As estradas de terra convidavam para passeios a cavalo, que podiam se estender para longe da sede, em cavalgadas que não tinham medo de cruzar a Via Anhanguera e saíam de Louveira para Itupeva ou seguiam…

Continuar lendo

Que dia não é dia da mulher?

Criaram a data de 8 de março para homenagear a mulher. Será que a mulher precisa a homenagem de uma data especial, que passa e ninguém mais lembra até o ano que vem? Todo dia é dia da mulher. Por isso essa crônica chega mais de um mês depois do…

Continuar lendo