Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Pau que nasce torto endireita

 

Diz a sabedoria popular que pau que nasce torto, morre torto. A regra é essa e quem duvidar costuma se dar mal. Milagre existe, mas é difícil. Deus tem mais coisa que fazer do que incentivar imagem de santo a chorar. Então, se se sabe que o risco de dar errado é grande, desafiá-lo não é acreditar na sorte, é falta de inteligência.

Mas tem situações em que o pau nasce torto e no meio do caminho toma jeito, se apruma e acaba dando certo.

Leia também: O primeiro carro a gente não esquece

Uma amiga jornalista tem um SUV que ela ama de paixão. Ela é supercuidadosa com ele. O resultado é que, apesar da idade, o SUV parece novo, até quando fica sujo por causa do uso pelas ruas e estradas nem sempre capazes de preservar o brilho das lavagens.

Ela precisou fazer a revisão e descobriu que tinha uma concessionária nova, próxima da Berrini, perto de sua casa. Então, por que não levar seu carro lá? Telefonou, agendou e deixou o carro para a revisão e trocar a embreagem. Isso mesmo, o carro é mecânico.

Aí começou a dor de cabeça. Não ficou pronto no mesmo dia. A revisão foi feita, mas a troca da embreagem foi remarcada mais pra frente.

Leia também: Os carros e os caminhos

No dia e hora ela foi à concessionária, deixou o carro, que deveria ficar pronto no dia seguinte, mas ela desconfiou que não ficaria.

E quase não ficou. Telefonaram da concessionária pedindo desculpas, mas não daria para entregar o carro, como combinado. Ela quase surtou, pelo telefone e ao vivo e em cores, na concessionária. Depois de muita conversa e alguma discussão mais acalorada, o pessoal da concessionária se comprometeu a entregar o carro ainda no dia. Ou melhor, ao longo da noite. E o fizeram. Quase às 22 horas entregaram o carro na casa dela, com a embreagem trocada e o resto que faltava bem feito. É bom saber que tem gente que trabalha a sério e é comprometida com o que faz.

Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

 

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.