Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

O fogo chega perto

 

A Amazônia está queimando, o Pantanal está queimando, as serras paulistas estão queimando, o interior de Minas Gerais está queimando, o Triângulo Mineiro está queimando, Paraná e Santa Catarina estão queimando, o Brasil está queimando.

Como disse um técnico, falando do Pantanal, esse tipo de evento, com as mudanças climáticas, vai se repetir anualmente. A questão é se será com a mesma força deste ano. De qualquer forma, é indispensável treinar as equipes, providenciar os equipamentos e ficar alerta, desde já.

Leia também: É hora de baixar o fogo

Mas falar do fogo na Amazônia não tem impacto direto, não arrepia a pele. A Amazônia está a milhares de quilômetros. O que temos são imagens que chocam e entristecem, da mesma forma que as fotos das onças com as patas queimadas, que também não batem na alma, mas ficam no cérebro, como algo para ser pensado mais tarde.

O duro é quando o fogo chega na sua porta, ou melhor, no celeiro das recordações de boa parte da sua vida. E o fogo chegou.

O fogo está muito mais perto do que pensamos. Queimou a menos de cem quilômetros de São Paulo. Entrou pelo fundo de área que foi da antiga fazenda da família e foi bater na beira do Matão, um resto de mata nativa, com mais ou menos vinte alqueires de área.

Antes, queimou os eucaliptais da Fazenda Monte Alegre. Nasceu em Vinhedo, se espalhou pelo município e tomou o rumo de Louveira, com grandes labaredas queimando as árvores e iluminando a noite.

Leia também: A natureza sacode a casca

Do eucaliptal, avançou para a borda da mata no fundo da capela da fazenda. Me fez lembrar outro incêndio quando eu era menino, que queimou durante dias, destruindo uma larga faixa de vegetação antes de ser controlado. Agora, com as mudanças climáticas, é mais sério. E as chamas não se preocupam se queimam vidas ou apagam lembranças.

Siga nosso podcast para receber minhas crônicas diariamente. Disponível nas principais plataformas: SpotifyGoogle Podcast e outras.

Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.