Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

A batida da lua cheia

 

A lua cheia brilha no céu, batendo no ritmo de bilhões de corações pulsando incessantemente na terra. No ritmo da terra. Ou será que é o contrário? É a terra que gira no ritmo dos corações?

Questões transcendentais, problemas insolúveis se materializam diariamente na frente dos físicos, enquanto os poetas os desvendam em seus versos, interpretando a linguagem dos anjos.

Leia também: Os ciclos da lua

A lua ilumina o céu como uma enorme lâmpada atômica vibrando na velocidade dos átomos se atirando nas paredes da bomba.

Luz fria de satélite, iluminada por um sol que nunca lhe permite mostrar o outro lado, ela se vinga com o brilho da lua cheia num céu sem nuvens, sem vento, tendo um lago como espelho.

A lua vai e vem, num movimento de pêndulo que começa na lua nova e acaba na lua minguante, para recomeçar de novo, 28 dias depois, na mesma toada.

A lua me fascina. Tanto faz a fase, a lua me fascina, como me fascinam as estrelas que sobem e descem nos céus de todas as noites, cada hora num lugar do firmamento, fazendo uma enorme volta que levava os antigos a imaginarem que a terra era plana e o centro do mundo.

Mas se a lua me fascina, o sol me hipnotiza com seu brilho, acima de tudo no calor do meio dia passando pelo corpo como uma nave espacial que desce sobre uma cidade e suga toda sua energia.

Leia também: 50 anos atrás o homem chegou na lua

Achamos que sabemos muito, mas, de verdade, não sabemos nada. Mal arranhamos o verniz do universo. E o pouco que sabemos já é suficiente para nos encher de medo. Imagine o que não sabemos e que está logo ali, na curva seguinte das paralelas indo se encontrar no fim do horizonte.

A lua comanda as marés, regula as mulheres, muda os ciclos da terra. A lua, eternamente a lua, até ela se chocar com a terra.

Siga nosso podcast para receber minhas crônicas diariamente. Disponível nas principais plataformas: SpotifyGoogle Podcast e outras.

Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.