O MEC é o retrato do governo

Ninguém discute, o Governo Federal brasileiro não precisa de inimigos. É suficientemente competente para se complicar sozinho. O bate cabeças apavora. A cada cinco minutos surge algo novo e complicado no cenário. A exceção é o Ministro da Economia, que vai fazendo mágica para tocar o barco e manter a…

Continuar lendo

Não precisa de inimigo

Do jeito que vai, este governo não precisa de inimigo para dar com os burros n’água. Eles mesmos batem cabeça e se destroem, como se fosse assim que se faz política. Poucas vezes na história do país tivemos tão pouca oposição como temos hoje. O PT não está morto, mas…

Continuar lendo

É hora de baixar o fogo

Não dá para marido e mulher viverem assim, imagine uma nação do tamanho e complexidade do Brasil. É hora de baixar o fogo. Fazer uma reflexão do que queremos e mudar a postura diante dos fatos, ainda que estes fatos nem sempre surjam com a transparência necessária para serem bem…

Continuar lendo

Respeito pela língua

Você sabe o que se comemorou no dia 21 de fevereiro? Ou melhor, o que deveria ter sido comemorado, mas em boa parte passou em branco? 21 de fevereiro é o dia da comemoração da língua materna. A língua materna brasileira é o português, introduzido na terra em 1500, com…

Continuar lendo

O problema é o achismo

Quem acha vive se perdendo. Uma antiga anedota de humor negro da década de 1970 dizia que fulano tinha um amigo que achava, acharam ele e está desparecido até hoje. A verdade é que achar não leva a nada, a não ser a cometer tolices e fazer besteiras. Quem sabe,…

Continuar lendo

D. Pedro I

Tem quem diga que D. Pedro I foi um homem medíocre, que gostava mais de correr atrás de mulheres do que de governar e era dominado por sua amante, a Marquesa de Santos. Só pode ser fruto do mesmo complexo de inferioridade que afetou boa parte das ações de seu…

Continuar lendo