Na cabeça não nasce pelo

Tem gente importante que tem “personal trainer”. Eu tenho professor de ginástica, o Izidoro. A diferença é grande. Meu professor de ginástica tem uma academia de bairro em sociedade com a professora Arlete, que é tão boa quando ele, e o pessoal que frequenta a academia não quer ouvir falar…

Continuar lendo

Não tem nem pedido de desculpas

Uma tarde você chega em casa e encontra a melhor amiga de sua mulher sentada na sala folheando uma revista de quase celebridades. Por ela você fica sabendo que sua mulher está acabando de se arrumar e… “ah! sim, é verdade, estava quase me esquecendo… quando vi a revista, sentei…

Continuar lendo

Nada como um pãozinho quente

Para todos os gostos, São Paulo lidera ranking em número de padarias Em cada bairro é possível sentir o cheiro irresistível do pãozinho que está saindo do forno. Apenas São Paulo tem cerca de 3,2 mil padarias, desde as mais simples até as consideradas gourmets, com espaços mais sofisticadas, o…

Continuar lendo

Dependência absoluta

Desde que o ser humano desceu das árvores e começou sua marcha pela conquista do planeta, nunca vivemos um momento igual. A verdade é que hoje dependemos inteiramente de meia dúzia de sistemas e máquinas que monitoram nossas vidas de forma absoluta. Se Luiz XIV visse o que acontece atualmente,…

Continuar lendo

Pneu furou?

Não se preocupe. Borracharia é um negócio que se mantem por mais de um século Mesmo com toda a tecnologia empregada na produção de pneus, parece até que eles não furam mais, mas isto pode acontecer, como também você passar com o seu carro por um buraco e a roda…

Continuar lendo

Quarta feira de cinzas

Acabou o nosso carnaval. Ninguém pula, ninguém dança, ninguém vai atrás do trio elétrico que segue pela avenida, sem som, sem música, sem gente pulando em cima, no ritmo lento do trânsito da cidade de ressaca. Centenas de blocos vieram, viram e passaram. Agora só no ano que vem, quando…

Continuar lendo

Carnaval, suor e cerveja

João e Maria não se conheciam, nem tinham intenção de se conhecerem, mas se conheceram. Coisa de carnaval, quando o mundo gira em outro ritmo e a vida faz que vai, mas volta, na velocidade do bumbo marcando a marchinha e do balanceado que se espalha pela rua. João parou…

Continuar lendo

Iogurte no café da manhã

É interessante como de repente, sem aviso, um cheiro ou um gosto nos remete para momentos passados, muitos deles esquecidos, ou quase, e por isso é uma surpresa quando chegam de volta. Rotinas do cotidiano, o café da manhã, lavar a louça, fazer a cama, momentos sem razão para se…

Continuar lendo

O ocaso do telefone fixo

Houve época em que ter linhas de telefone era um investimento de alta rentabilidade. Uma linha custava caro porque a espera pelas novas linhas, colocadas no mercado pelos planos de expansão, podia levar alguns anos. Quem tinha, tinha. E fazia bom uso delas. Era comum o aluguel das linhas existentes,…

Continuar lendo

Ser chefe não é parecer que é chefe

O Brasil é um país com características interessantes. Não que as outras nações também não tenham particularidades próprias, que as fazem tão interessantes quanto o Brasil. Mas o que interessa agora é uma mania tipicamente nacional. Uma mania profissional, ou um mau hábito adotado por milhares de profissionais, que acham…

Continuar lendo