Explicação

Tem gente que fica brava comigo porque volta e meia falo dos carros velhos que atrapalham o trânsito da cidade. O problema é de comunicação, ou de interpretação de conceitos básicos para o bom andamento da carruagem, pelo menos numa época em que São Paulo tinha jeito e no máximo…

Continuar lendo

A lógica inversa

Você imagina que o mundo é lógico e quebra a cara. Mas se você imagina que a lógica é parte razoavelmente lógica da vida da cidade de São Paulo, então, você para no trânsito e fica. Em São Paulo a lógica da lógica é falta de lógica, ou a lógica…

Continuar lendo

Cadê os marronzinhos?

  Um amigo fez uma provocação inteligente. Me perguntou o que eu estava achando do trânsito em tempos de pandemia. A conversa entrou no assunto porque contei que, poucos dias antes, quase tinha atropelado um ciclista que cruzou o semáforo vermelho como se não fosse com ele. Leia também: As placas…

Continuar lendo

O esperto

Pouca coisa é mais fascinante do que analisar o comportamento dos espertos nas ruas de São Paulo. O esperto varia de forma, cor e situação. Pode estar num carro novo, num carro velho, importado ou nacional, tanto faz, ele não perde a característica básica que é sua esperteza, mesmo não…

Continuar lendo

Compaixão faz bem

Não há motorista que não se irrite com os catadores de lixo. Os riquixás puxados a força humana, numa cidade de topografia cruel como é São Paulo. De repente a avenida para, o trânsito não anda, o sinal verde não favorece em nada, porque ali na frente vai um cidadão…

Continuar lendo

Música clássica acalma a alma

O trânsito paulistano é uma escola de malucos e uma fábrica de neuróticos. Todos ficam mais loucos a cada dia que passa. Não há antídoto, nem solução. Do marronzinho que só multa, ao motorista que é multado, passando pelos passageiros em geral, a crise do trânsito ataca todos de forma…

Continuar lendo

O esperto

Pouca coisa é mais fascinante do que analisar o comportamento dos espertos nas ruas de São Paulo. O esperto varia de forma, cor e situação. Pode estar num carro novo, num carro velho, importado ou nacional, tanto faz, ele não perde a característica básica que é sua esperteza, mesmo não…

Continuar lendo

A solução é o caos

  A melhor forma de parar São Paulo é o caos. O caos amplo, geral e irrestrito, o caos comendo solto de todos os lados, em todas as ruas, parques e avenidas. Não um congestionamento de fim de tarde ou um caminhão de bebida parado em fila dupla na Vila…

Continuar lendo

A cidade quase parando

As espatódias não têm muita noção e por isso se lançam de ponta cabeça nas empreitadas mais malucas. Para elas, ter ou não ter regras é praticamente indiferente, então se dão ao luxo de fazer coisas que outras árvores mais bem centradas pensariam duas vezes antes de fazer, até para…

Continuar lendo

O hábito de buzinar

E nos piores momentos do dia Como se não bastasse convivermos com o barulho causado por ônibus e caminhões na cidade de São Paulo, temos também que conviver com disparos de buzinas, muitas vezes em horários inconvenientes e de forma exagerada. Apesar de ser proibido o seu uso entre 22…

Continuar lendo