Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Uns gostam de nhoque, outros de Caraguatatuba

Tem gente que gosta de nhoque, tem gente que gosta de Caraguatatuba. Tem também os que gostam de nhoque e Caraguatatuba e os que não gostam.

É assim porque é assim. Cada um é cada um, não adianta querer mudar porque não muda e o mundo segue em frente com os que amam Paris achando que Paris é melhor que Londres, enquanto os que amam Londres acham que Londres é melhor que Paris.

E os que amam Moscou preferem Moscou, até nos meses de inverno, da mesma forma que os que gostam de Lisboa preferem Lisboa, até mesmo no verão.

Graças a Deus é assim e tem gente que gosta de nhoque e gente que gosta de Caraguatatuba. Tanto faz se nhoque não existe e se em Caraguatatuba chove nos meses de verão.

Amor não se discute, se aceita. Eu não amaria Ana Maria, assim como tu não amarias quem eu amo. E nós dois não amaríamos centenas de outras mulheres porque amamos a mulher que amamos e as outras não fazem parte da nossa história.

Cada um sabe de si. Não adianta dar conselho. Se conselho fosse bom era vendido e caro. A vida de cada um só pode ser vivida por cada um.

Se você quer viver a minha vida, problema seu. Eu não quero viver a sua. Minha vida é minha e nela eu faço o que eu gosto da forma que gosto. Por isso eu amo a mulher que eu amo e que eu sei que também me ama. Mas a mulher que eu amo não te ama. Com certeza, a mulher que te ama também não me ama, mas isso não é problema meu. Eu amo a mulher que eu amo e é isso que me importa.

Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.