Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Selene e seus planetas

 

Os planetas têm luas que giram ao seu redor, mas nesta época, de inversão total da inversão invertida de tudo que está ao contrário, a lua cheia – Selene – decidiu que era hora de mudar o jogo e aparecer no céu como a curva fora do ponto, com dois planetas, como mariposas, em volta dela.

Quem viu, viu, quem não viu, pode ser que não veja mais. Os mistérios cósmicos não permitem interpretação humana e como os anjos estão cobrando muito caro para lerem a sorte, o jeito é esperar pra ver como é que fica.

Leia também: Tem certas luas

A lua cheia de agosto é a lua cheia de agosto e neste agosto atípico, com o mundo sem saber se vai, se fica ou se volta no meio, a lua de agosto resolveu inovar e foi buscar Júpiter e Saturno para lhe fazerem companhia, num ménage celeste que ninguém sabe como é, pra onde vai e quem segue com eles.

A lua cheia fechou para balanço. Tomou o céu de assalto e, numa semana de noites particularmente limpas, sem nuvens e com frio, deitou e rolou, com os dois planetas fazendo bonito, com o brilho forte e duro de sua luz muito mais claro do que o das estrelas.

Quem pode, pode, quem não pode, se sacode. A lua cheia entrou de sola e o juiz hipnotizado não marcou pênalti, nem pediu auxílio para o VAR. Foi assim e ponto. A noite era dela como se todos os anjos estivessem de acordo e dispostos a pagar para ver a lua brilhar mais branca e maior, soberana no pedaço, com os dois planetas fazendo sala, num universo em que as naves vão, mas ninguém sabe quando voltam.

Leia também: O sol continua brilhando

Van Gogh teria talento para pintar essa tela, ou Salvador Dalí. Mas mesmo para eles não seria tarefa fácil captar as vibrações cósmicas que emanavam da lua para os planetas e vice-versa. Quem viu, viu, quem não viu, não vai ver mais. O que foi, agora é história. Agora vive na memória.

Siga nosso podcast para receber minhas crônicas diariamente. Disponível nas principais plataformas: SpotifyGoogle Podcast e outras.

Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.