Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Pacote para delivery

 

Os Estados Unidos não tiveram um debate entre os candidatos à Casa Branca. Tiveram uma baixaria de um nível inimaginável no debate para a eleição do homem mais poderoso do mundo.

O grau de agressividade, falta de educação e falta de respeito atingiu um patamar assustador, com os candidatos parecendo pistoleiros em vez de pretendentes ao cargo máximo da maior democracia do planeta.

Leia também: No fim é tudo política

São Paulo também não teve um debate entre os aspirantes ao cargo de prefeito. Não teve um debate porque ninguém debateu absolutamente nada. Ao contrário, seus marqueteiros devem tomar os eleitores por idiotas e por isso não saíram da conversa para boi dormir.

Todos pareciam mercadoria esterilizada com produto que mata coronavírus e embalada a vácuo, para ser entregue semipronta por motoboy de empresa de delivery.

As promessas foram absolutamente inacreditáveis. E o fascinante é imaginar que eles acreditam que alguém acredita neles.

A tranquilidade com que soltaram pérolas como pagar três mil reais por mês para os desempregados, oferecer casas de acolhimento para mulheres no dia seguinte da posse, gerar cento e cinquenta mil empregos imediatamente e outros disparates deram sono, pela monotonia, mesmice e falta de seriedade.

Tem quem tenha ficado bravo e achado falta de respeito, mas não é por aí que aquela noite tem que ser analisada. É muito bom que a campanha tenha começado nesse nível. Dá para se ter uma ideia do que vem pela frente e do que os marqueteiros pretendem fazer ao longo da campanha.

Leia também: Bolsonaro Uber Alles

Como política não é moral, nem imoral, é amoral, nos próximos dias veremos de tudo, mas já sabemos que muito pouca coisa é pra valer. É triste ter que votar num cenário árido como este.

Siga nosso podcast para receber minhas crônicas diariamente. Disponível nas principais plataformas: SpotifyGoogle Podcast e outras.

Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

 

Antonio Penteado Mendonça

Advogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros.