As mulheres são mais lúcidas

De acordo com as pesquisas que vão sendo publicadas, as mulheres são as que mais querem mudar o que está aí. Nada de novo debaixo do sol. A mulher é muito mais lúcida, razoável e pé no chão do que o homem. É ela quem se preocupa com a família,…

Continuar lendo

A Ponte Cidade Jardim vista de baixo

Depois do acidente na ponte da Marginal Pinheiros, que até maio, se Deus for bom, deve infernizar a vida dos paulistanos, autoridades, imprensa e população passaram a se interessar pelas pontes e viadutos da cidade. O dado dramático é que se sabe com certeza que dezenas de pontes e viadutos…

Continuar lendo

Estarão esquecidos?

Os resedás não têm nada com isso, por isso continuam floridos, enfeitando a cidade com suas cores deslumbrantes. Certos estão eles! A preocupação com assuntos que não lhes diz respeito pode atacar o fígado ou causar azia. Nada que não possa ser curado com um remédio simples, mas para quê…

Continuar lendo

Hierarquia é bom e faz bem

Quando eu estava no CPOR, comecei a achar demais e o Capitão Molinari, um instrutor do curso de Artilharia, me disse: “Aluno Penteado, quantas estrelas você tem no ombro?” Eu respondi: “Nenhuma, Capitão.” Ele prosseguiu: “Então, fique quieto porque eu tenho três em cada um”. Foi provavelmente a melhor lição…

Continuar lendo

Tradições de verão

O Butantã tem a particularidade de ser um microcosmo interessante para o estudo do que acontece na metrópole. O bairro repercute as qualidades e defeitos de São Paulo, aliás, como vários outros bairros também o fazem. Por sua localização próxima ao rio Pinheiros, é das primeiras regiões ocupadas pelas hordas…

Continuar lendo

O jeito foi devolver

Faz pouco tempo contei como o Izidoro, sócio da academia onde auto inflijo minha tortura semanal, comprou um ventilador através de um dos mais renomados sites de compras do Brasil e como o ventilador comprado chegou, faltando um pequeno detalhe, por acaso, as pás. Contei também como o vendedor tentou…

Continuar lendo

Toda arte é arte

Todo tipo de arte é arte. Por isso toda arte é válida. Quem sou eu para julgar o que é uma obra de arte ou definir os padrões estéticos que balizam as artes! Por isso aceito todas as experiências no campo das artes e, mais do que isso, me parece…

Continuar lendo

25 de janeiro de 1554

A única certeza que os documentos históricos sobre o tema dão é que São Paulo não foi fundada em 25 de janeiro de 1554. De acordo com as cartas e documentos dos próprios jesuítas, os maiores interessados no assunto, em 25 de janeiro de 1554 aconteceu a inauguração do novo…

Continuar lendo

D. Pedro I

Tem quem diga que D. Pedro I foi um homem medíocre, que gostava mais de correr atrás de mulheres do que de governar e era dominado por sua amante, a Marquesa de Santos. Só pode ser fruto do mesmo complexo de inferioridade que afetou boa parte das ações de seu…

Continuar lendo

Antes de São Paulo

Antes de 1532, quando Martim Afonso de Souza oficializou a primeira vila do Brasil, a região de São Vicente já era conhecida como Porto dos Escravos e era parada obrigatória para grande parte das naus e caravelas que cruzavam o Oceano Atlântico, vindas da Europa. Meses de travessia, sob as…

Continuar lendo