O cardeal voando na USP

  Não tenho a menor certeza se existe uma relação entre os fatos. A verdade é que me esqueci de falar da florada das tipuanas. Andando na USP, no Dia de Finados, vi as grandes árvores com suas florezinhas amarelas manchando o verde intenso de suas folhas de primavera e…

Continuar lendo

A rotina se chama sibipiruna

  Depois da florada maravilhosa dos ipês rosa, que deixaram para o último minuto a explosão de suas flores e com isso nos pegaram de surpresa, a vida segue em frente. A vida segue em frente porque a vida não é caranguejo, não para, nem anda para trás. A vida…

Continuar lendo

O Jacarandá da Moura Brasil

  Numa bela terça-feira, eu estava nos finalmentes de minha aula de ginástica quando a professora Arlete chegou perto de mim e disse: “O jacarandá da Moura Brasil está deslumbrante. Você precisa ver”. Confesso que, de manhã cedo, não sou tão rápido e demorou um pouco para cair a ficha….

Continuar lendo

O verde da primavera

  O ano todo a natureza empresta seu verde para se misturar com o cinza da cidade de concreto. Tanto faz a época, o verde, de uma forma ou de outra, se espalha, permeia as construções e, se deixar, toma de volta os espaços que o ser humano tirou da…

Continuar lendo

Jacarandá mimoso

  A vida não para, o tempo não para, as emoções não param. É assim porque é assim. Se fosse de outro jeito, não seria assim. Como não é, então está tudo certo. Bola pra frente que atrás vem gente. Os ipês vieram, viram e se foram. Agora é o…

Continuar lendo

O show dos ipês amarelos

  Este ano não tem como não reconhecer: o show foi dos ipês amarelos. Os ipês roxos vieram com tudo, os ipês rosas encantaram a cidade e os ipês brancos se cobriram de neve, na sua singela homenagem a vida. Mas quem deu o show, quem botou o bloco na…

Continuar lendo

Os ipês

  O ipê roxo abre a sessão, entrando de sola com suas flores arroxeadas logo na metade do ano. Os ipês roxos são árvores com forte noção de solidariedade, por isso estão plantadas em vários cemitérios da cidade para deixar a eternidade dos mortos mais bela e mais amiga, enfeitada…

Continuar lendo

É primavera

  É primavera. O frio do inverno foi embora, ainda que as manhãs arrepiem o corpo, no ar que contrasta com a xícara de café com leite fumegando. O dia começa a começar mais cedo. As madrugadas chegam quando há poucos dias ainda era escuro. A luz se espalha, clareia…

Continuar lendo

Mais ipês florescem em São Paulo

  Falar da florada dos ipês é chover no molhado. Eles estão aí, espalhados pela cidade, não precisam de arautos, nem de trombetas. Suas flores são suficientes para contar que eles chegaram e que estamos no auge da florada de 2019. Leia também: Os ipês amarelos começam a chegar Os ipês…

Continuar lendo

Os ipês amarelos começam a chegar

  Não sei se tem a ver, mas alguns amigos dizem que os ipês amarelos estão chegando por impaciência dos jovens. Que se eles esperassem um pouco mais todos ficariam contentes, a cidade mais bonita e a competição mais ética. Volto a dizer, pode ser, não sei. O fato concreto…

Continuar lendo