Tudo tem uma razão de ser

Outro dia, um amigo me chamou a atenção porque eu criticava os buracos da cidade sem perceber o que está por trás deles. Fiquei atônito porque sempre imaginei que atrás dos buracos estavam falta de manutenção e serviço mal feito. Mas pacientemente ele me explicou que não. Atrás dos buracos…

Continuar lendo

E o mundo avança

Quantas verdades que eram verdades absolutas estão deixando de ser verdade ou, pelo menos, já não são tão absolutas! Os avanços da ciência vão quase que diariamente quebrando antigas certezas. A última, foi a saída do homem da África. E a mudança foi fruto do trabalho de cientistas brasileiros que…

Continuar lendo

É o frio

Quem bate? É o frio! Eu não deixo você entrar. Já é hora de dormir, não espere mamãe mandar. Um bom sono pra você e um alegre despertar. Dormir no frio, com belos cobertores ou um bom edredon é muito mais gostoso que dormir no verão, com ar condicionado ligado….

Continuar lendo

Telefone celular

Das poucas coisas que um telefone celular quase não faz é ser um telefone. Não se conversa mais, não se diz alô com frequência, não se escuta a voz do outro, substituída num texto escrito numa linguagem truncada que faria Camões, Cervantes, Shakespeare, Goethe, Dante e tantos outros grandes escritores…

Continuar lendo

Dedão nos óculos

Eu sei que sou estabanado. Sempre fui, então não tem nada de novo debaixo do sol. Eu uso óculos e tenho a imensa capacidade de colocar o dedo na lente pelo menos uma vez por dia. Normalmente percebo o estrago no ato, mas tem vezes que, por uma razão ou…

Continuar lendo

Cada um no seu lugar

Avião é avião. Barco é barco. Carro é carro. Bicicleta é bicicleta. Patinete é patinete. Mas gente é gente. Gente não é coisa, gente é gente. Isso faz toda a diferença. Num mundo onde cada vez mais as coisas são descartáveis, temos que ter cuidado porque gente não é coisa,…

Continuar lendo

Relógios

Quem se lembra do relógio da Willys, que depois virou relógio do Itaú e ficava em cima do Conjunto Nacional? As batidas do relógio do Mosteiro de São Bento serviam para marcar as seis da tarde nas rádios que tocavam música caipira, muito antes de serem rebatizadas de sertanejas. Apesar…

Continuar lendo

Caixa de ferramentas

Ninguém discute, o uísque é importante. O vinho é importante. A cerveja é fundamental. Como são fundamentais os copos, as taças e as canecas, porque sem elas fica difícil beber. Ninguém discute, um bom colchão é meio caminho para uma boa noite de sono. Como também são importantes os lençóis…

Continuar lendo

Bom senso é bom e faz bem

Tem gente que atravessa a rua fora da faixa de pedestres, sem olhar para os lados e com o semáforo aberto para os carros. Tem gente que atravessa a rua debaixo da passarela de pedestre, saltando a grade que separa as pistas. Tem gente que atravessa rodovias carregando uma bicicleta…

Continuar lendo

As modas vão e voltam

Quando eu era menino, cortava o cabelo no Clube Harmonia. O barbeiro era o Jesus, um espanhol que metia a máquina na minha cabeça, num corte chamado meio americano. O meio americano perto do americano que alguns primos eram obrigados a usar era um avanço impressionante. Enquanto no americano ficava…

Continuar lendo