A epidemia avança

Uma parte dos semáforos da cidade apaga porque roubam os fios. Pode parecer incrível, mas tem zonas da cidade onde isso é quase que cena de filme cômico. Trocam a fiação e vinte e quatro horas depois os fios novos já são passado. Simplesmente somem sem deixar vestígio. Se a…

Continuar lendo

O ocaso do telefone fixo

Houve época em que ter linhas de telefone era um investimento de alta rentabilidade. Uma linha custava caro porque a espera pelas novas linhas, colocadas no mercado pelos planos de expansão, podia levar alguns anos. Quem tinha, tinha. E fazia bom uso delas. Era comum o aluguel das linhas existentes,…

Continuar lendo

O problema é o achismo

Quem acha vive se perdendo. Uma antiga anedota de humor negro da década de 1970 dizia que fulano tinha um amigo que achava, acharam ele e está desparecido até hoje. A verdade é que achar não leva a nada, a não ser a cometer tolices e fazer besteiras. Quem sabe,…

Continuar lendo

Uma multa alucinada

Um amigo me mostrou uma multa e me contou uma história que escancara a absoluta insanidade do trabalho da CET e de seus agentes. A multa foi lavrada no fim de novembro de 2018, no final da tarde, e tem graduação média. A infração cometida foi “deixar de deslocar com…

Continuar lendo

Os resedás e a beleza

Bem na frente da minha casa, dois resedás brancos, um ao lado do outro, decidiram florir ao mesmo tempo, criando um quadro de extrema beleza e poesia pura. A beleza é parte da vida. Transcende nossa vontade, se impõe como um dom de Deus, redimensionando quem nós somos, porque diante…

Continuar lendo

O fim da alegria, o fim da poesia

Quando o que veio nos salvar morrendo na cruz nasceu, os marinheiros de um navio que cruzava o Mar Egeu ouviram uma voz saída das profundezas do mar gritando: o grande deus Pã morreu! Com o deus, diz a lenda, morreriam a alegria, o riso, a brincadeira, a poesia e…

Continuar lendo

Certas manhãs

Certas manhãs chegam de um jeito especial, diferente, mais luminoso, mais intenso, mais cheio de vida e cor, como se o dia nascendo trouxesse consigo e explodisse diante de nós o amor que extravasa do peito de Deus. A cor do céu é diferente, a cor do dia é diferente,…

Continuar lendo

Ser chefe não é parecer que é chefe

O Brasil é um país com características interessantes. Não que as outras nações também não tenham particularidades próprias, que as fazem tão interessantes quanto o Brasil. Mas o que interessa agora é uma mania tipicamente nacional. Uma mania profissional, ou um mau hábito adotado por milhares de profissionais, que acham…

Continuar lendo

Calor das profundezas

Minha avó definia o calor dos dias mais quentes como africano. Quando ficava mais quente ainda, ela dizia que o calor era abissínio. Só que neste verão o calor tem ultrapassado todo e qualquer limite civilizado ou não civilizado, atingindo pontos próximos da ebulição da água, ou coisa parecida, o…

Continuar lendo

Liberdade de expressão

O ponto alto da democracia é a liberdade de expressão. A capacidade de dizer o que se pensa, da forma como se pensa, respeitados os limites da lei. Nenhum outro atributo ou qualidade do sistema se iguala a este. A liberdade de expressão ampla, sem barreiras ou censuras, inclusive quando…

Continuar lendo