Os aviões estão voltando

  Durante os últimos meses, vários barulhos capazes de infernizar a vida sumiram ou diminuíram muito. Até agora o zumbido constante, que é a marca registrada da cidade, está mais baixo, quer dizer, mesmo o trânsito voltando, ainda está mais manso do que era antes da pandemia, o que dá…

Continuar lendo

Uma cidade é feita por gente

A razão de ser de uma cidade é abrigar pessoas. É verdade que no passado existiram cidades sagradas cuja missão era abrigar deuses, mas elas sempre foram minorias. A razão de ser de uma cidade é dar guarida ao ser humano. Portanto, o negócio da cidade é ser amigável, receber…

Continuar lendo

Nos céus de São Paulo

O céu paulistano é incrível. Primeiro pela cor, ou melhor, pelas cores fascinantes que ele adquire, dependendo da hora do dia ou da noite. Do laranja mais profundo, ao azul mais escuro, passando por todas as variações de cinza, o céu da cidade é uma permanente surpresa para quem olha…

Continuar lendo

Um lado bom

As grandes cidades são espaços agressivos, ambientes cruéis, fábricas de loucos e muito mais que queiram dizer, ou inventar. Nelas a vida acaba num átimo, cortada rente por um atropelamento, um assassinato, uma crise, um stress. Todas têm um lado rico e bonito, onde as fotos mostram um jeito de…

Continuar lendo

Cada dia mais louco

O trânsito de São Paulo é perfeito para servir de termômetro para medir a loucura brasileira. Nele temos de tudo. Loucos de todas as naturezas. Mansos e furiosos. Alucinados, surtados, babando. Assassinos, vítimas, mortos e feridos. As ruas de São Paulo são o palco para todos esses tipos e muito…

Continuar lendo

Verde que eu te quero verde

A primavera chegou. É verdade que o clima parece que ainda não sabe disso, mas no calendário a primavera chegou. E chegou no verde novo e intenso que recobre a cidade, ou as partes arborizadas de São Paulo. São Paulo tem regiões imensas praticamente sem arborização. Muitas vezes o máximo…

Continuar lendo

O Ibirapuera visto de cima

O Parque do Ibirapuera visto de cima parece uma aquarela quebrando a monotonia da paisagem. É delicado, leve, ameno, amigo e belo. E cria uma mancha de alegria no coração da cidade, dando para o cinza de outras regiões a esperança de um bolsão verde, que curiosamente, nem sempre tem…

Continuar lendo

Certos dias de inverno

A letra de “Califórnia Dreaming” fala de um dia de inverno especial ao som de uma das músicas mais belas da segunda metade do século 20. Clássica entre os clássicos do rock, suas diferentes gravações levam a imaginar como seria este dia especial, e se ele é uma exclusividade da…

Continuar lendo

A névoa

A névoa é marca registrada de São Paulo. Ou melhor, a neblina era marca registrada da cidade. Mas a neblina tradicional, aquela que era densa de quase ser cortada com faca, acabou faz tempo. Foi substituída por uma névoa que normalmente nem de longe lembra o cenário de filme de…

Continuar lendo

A cidade viva

A cidade é uma força viva, com vontade própria que avança planalto a dentro, para todos os lados, engolindo várzeas, campos, montes e vales, com a sem cerimônia de quem se sabe grande e forte, mas não percebe que sua fraqueza está justamente no tamanho e na ilusão da força….

Continuar lendo