Fascinante

O Brasil é um país fascinante. Vamos de um extremo ao outro como se viajar no tempo fosse corriqueiro ou como se a Mula-sem-cabeça galopasse pela avenida Paulista nas madrugadas de inverno. Não temos limites, para baixo e para cima. O problema é que, todas as vezes que ameaçamos consolidar…

Continuar lendo

Ipê roxo 2021

Este ano os ipês roxos entraram em cena cortando de cima, dispostos a não dar espaço para ninguém, nem antes, nem depois de sua florada. O momento é deles e a ideia é marcar o ano com o roxo de seus cachos deslumbrantes de tal forma que as outras floradas,…

Continuar lendo

Mudança de rumo

De repente, notícias boas. Segundo as últimas projeções, o Brasil deve crescer mais do que estava previsto, com gente já falando em 4% ao longo de 2021. A razão foi um impacto menor do que o previsto da segunda onda do coronavírus sobre a economia. Por conta de ficar menos…

Continuar lendo

A pretensão dos brasileiros em viajar

A maioria acredita que as pessoas voltarão a viajar somente após fevereiro de 2022, mas muitos pretendem viajar ainda neste ano Um estudo da Hibou, empresa de monitoramento de mercado e consumo, revelou que 47% dos brasileiros têm a intenção de viajar nos próximos 12 meses, mesmo com medidas de…

Continuar lendo

Fome, frio e inflação

O Brasil está numa curva perigosa. A sociedade não pode aceitar o que vai acontecendo. O país desandou. Desandou sanitariamente, nos milhares de intubados nas UTI’s espalhadas pelo nosso imenso território; desandou no desemprego que corre solto; desandou na fome que ameaça milhões de brasileiros; desandou na falta de qualquer…

Continuar lendo

Temos metade das vacinas que o Governo dizia

O que era uma sensação forte se tornou certeza. O Governo confirmou que temos metade das mais de 500 milhões de vacinas contra o coronavírus. Os números informados estavam inflados de boas intenções, ou intenções não tão boas assim, mais focadas em esconder o que o governo não fez desde…

Continuar lendo

Uma semana para não ser esquecida

Alguns momentos devem ser deixados para depois. Não o momento, porque ele é inadiável, mas sua compreensão e sua realidade, porque invariavelmente são momentos terríveis. O Brasil teve uma semana para pensar depois, durante muito tempo. Não bastasse a suspensão da vacinação da segunda dose da Coronavac em dezenas de…

Continuar lendo