O taxista que gostava de música clássica

  Outro dia levei meu carro para a revisão e, por conta disso, andei de taxi pela cidade. Entre os taxis que tomei, um merece esta crônica. Pena que não anotei seu nome. Precisava ir do escritório para a Academia Paulista de Letras. Tomei o taxi e pedi que ele…

Continuar lendo

Embaixo do Minhocão

  Já foi Costa e Silva, agora é Jango Goulart. Nenhum dos dois merece a honra de dar o nome para o Minhocão, mas o nome do general era melhor, se não for por nada, porque sempre foi o nome do elevado e uma cidade não perde seus referenciais por…

Continuar lendo

73 mil homicídios por ano

  Não, as azaleias não têm nada com isso. Não adianta tentar dizer que elas são culpadas, até porque o negócio dela é exatamente o oposto. Elas usam o vermelho de suas flores para embelezar o mundo, não para criar medo entre as pessoas. Também não adianta tentar culpar os…

Continuar lendo

O silêncio como única resposta

  A vida nos coloca diante de situações complicadas, muitas vezes completamente alheias à nossa vontade. Acontece e pronto. Lá estamos nós, numa tremenda saia justa, sem espaço para fugir ou lugar para esconder. Não fizemos nada para acontecer, não tivemos qualquer participação na montagem do drama, apenas estamos no…

Continuar lendo

Tudo tem uma razão de ser

Outro dia, um amigo me chamou a atenção porque eu criticava os buracos da cidade sem perceber o que está por trás deles. Fiquei atônito porque sempre imaginei que atrás dos buracos estavam falta de manutenção e serviço mal feito. Mas pacientemente ele me explicou que não. Atrás dos buracos…

Continuar lendo

E o mundo avança

Quantas verdades que eram verdades absolutas estão deixando de ser verdade ou, pelo menos, já não são tão absolutas! Os avanços da ciência vão quase que diariamente quebrando antigas certezas. A última, foi a saída do homem da África. E a mudança foi fruto do trabalho de cientistas brasileiros que…

Continuar lendo

É o frio

Quem bate? É o frio! Eu não deixo você entrar. Já é hora de dormir, não espere mamãe mandar. Um bom sono pra você e um alegre despertar. Dormir no frio, com belos cobertores ou um bom edredon é muito mais gostoso que dormir no verão, com ar condicionado ligado….

Continuar lendo

Telefone celular

Das poucas coisas que um telefone celular quase não faz é ser um telefone. Não se conversa mais, não se diz alô com frequência, não se escuta a voz do outro, substituída num texto escrito numa linguagem truncada que faria Camões, Cervantes, Shakespeare, Goethe, Dante e tantos outros grandes escritores…

Continuar lendo

Dedão nos óculos

Eu sei que sou estabanado. Sempre fui, então não tem nada de novo debaixo do sol. Eu uso óculos e tenho a imensa capacidade de colocar o dedo na lente pelo menos uma vez por dia. Normalmente percebo o estrago no ato, mas tem vezes que, por uma razão ou…

Continuar lendo

Cada um no seu lugar

Avião é avião. Barco é barco. Carro é carro. Bicicleta é bicicleta. Patinete é patinete. Mas gente é gente. Gente não é coisa, gente é gente. Isso faz toda a diferença. Num mundo onde cada vez mais as coisas são descartáveis, temos que ter cuidado porque gente não é coisa,…

Continuar lendo